Fluminense perde para o Grêmio e não consegue se aproximar do G6

Derrota para o Grêmio, em casa, frustrou os planos do Fluminense de se aproximar do G6 | Mailson Santana (FFC)

No duelo de tricolores, Fluminense e Grêmio faziam um jogo sonolento e sem brilho na tarde deste sábado (29), no Estádio Nilton Santos. Até que, no último lance do jogo, quando o talento de seleção de Everton falou mais alto. O atacante deixou o banco e anotou de calcanhar o gol da vitória dos reservas gremistas por 1 a 0, sobre o Tricolor Carioca em duelo válido pela 27ª rodada do Brasileirão.

Com a derrota, o Fluminense segue na nona posição com 34 pontos, mas pode terminar a rodada até na décima primeira posição, dependendo do resultado do confronto entre Santos e Atlético-PR, amanhã (29), às 16h, na Vila Belmiro.

Fluminense e Grêmio travaram um duelo sem uma chance clara sequer criada ao longo dos primeiros 45 minutos. O Flu até teve mais iniciativa, com maior posse de bola e tentou agredir a defesa gremista pelos lados, em especial com Everaldo, pela esquerda. O centroavante até levou perigo, em finalização de cabeça, após cruzamento de Richard. Mas quem mais ameaçou, de fato, foi Dodi. Aos 13, o volante recebeu de Ibañez e tentou encobrir Paulo Victor.

Após um primeiro tempo apagado, as duas equipes voltaram do intervalo com posturas mais agressivas. O Grêmio levou perigo em duas oportunidades com Pepê, que entrou na área e demorou a finalizar. O Fluminense respondeu com Ayrton Lucas, em chute cruzado espalmado por Paulo Victor. Marcelo Oliveira alterou seu esquema, com o ingresso de Marcos Junior na vaga de Gum para tornar o time mais incisivo. Renato respondeu ao substituir Pepê por Everton – antes, já havia mandado Thonny Anderson a campo, para ter mais profundidade ao ataque.

No primeiro toque na bola, Marcos Junior quase marcou ao sair na cara de Paulo Victor, mas a zaga do Grêmio salvou. No contra-ataque seguinte, Thonny errou o passe final que deixaria Everton na cara do gol. Mas as trocas de Renato surtiram efeito: no último lance, Thonny deixou Everton na cara de Júlio César. O atacante fez de calcanhar o golaço da vitória: Grêmio 1 a 0.

Agora, o Fluminense recebe o Deportivo Cuenca no Maracanã, na próxima quinta-feira (04), às 19h30, no duelo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Pelo Brasileirão, os cariocas voltam a campo na segunda-feira (08), quando enfrentam o Paraná, também no Marcanã, às 20h, pela 28ª rodada.

Fluminense 0x1 Grêmio

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Fluminense: Júlio César; Ibañez, Gum (Marcos Junior), Digão; Léo (Mateus Norton), Richard, Dodi, Sornoza (Kayke), Ayrton Lucas; Everaldo e Luciano. Técnico: Marcelo Oliveira.

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Bressan, Marcelo Oliveira; Kaio, Maicon, Jean Pyerre (Thonny Anderson), Douglas (Thaciano), Pepê (Everton); Alisson. Técnico: Renato Gaúcho.

Cartões amarelos: Dodi (Fluminense); Leonardo e Alisson (Grêmio)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gol: Éverton – Grêmio (47’/2º tempo)

Público: 7.922 pagantes (8.721 presentes)

Renda: R$ 152.190,00