Fluminense vacila no Maracanã e fica no empate sem gols com o Vitória

Empate sem gols com o Vitória deixou o Tricolor Carioca na décima segunda colocação do Brasileiro | Mailson Santana (FFC)

Em um jogo fraco tecnicamente, Fluminense e Vitória não saíram do 0 a 0, na noite desta quinta-feira (06), no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O resultado não foi bom para as duas equipes, que seguem na luta para se afastar da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, principalmente para o Tricolor da Laranjeiras que jogava em casa e saiu de campo vaiado pelos quase nove mil pagantes.

Com o resultado negativo o Flu ficou na décima segunda colocação da tabela de classificação da competição com 28 pontos e na próxima rodada encara o Botafogo, no domingo (09), às 16h, no Maracanã

Atuando em casa e precisando do resultado, o Fluminense foi melhor no primeiro tempo. Destaque para o atacante Everaldo que levou perigo ao Vitória. A primeira vez foi logo aos 11 minutos, quando ele acertou o travessão. Aos 22, ele passou por dois marcadores e chutou cruzado, mas Ronaldo espalmou para escanteio. A grande chance dos baianos saiu dos pés de Rodrigo Andrade. O jogador entrou na área e soltou a bomba na cara de Júlio César, que salvou o Tricolor.

Assim como no primeiro, o segundo tempo começou com o Flu melhor. Aos 12, Léo recebeu lindo passe, invadiu a área e chutou. Kayke tentou completar, mas não conseguiu. A bola passou com perigo a meta de Ronaldo. Aos 30, Léo deu um bom passe para Kayke, que finalizou de cabeça para boa defesa de Ronaldo. Carpegiani colocou o atacante André Lima para tentar jogadas aéreas. Mas não deu certo. O Flu voltou a assustar aos 42, quando Marcos Jr mandou na cabeça de Júnior Dutra, que cabeceou muito perto da trave de Ronaldo. No fim, nada de gols no Maracanã e resultado ruim para as duas equipes.

Fluminense 0x0 Vitória

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Leirson Peng Martins (RS)

Fluminense: Júlio César; Léo, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Luciano (Pablo Dyego); Matheus Alessandro (Marcos Junior), Everaldo (Júnior Dutra) e Kayke. Técnico: Marcelo Oliveira.

Vitória: Ronaldo; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro, Bruno Bispo; Aderllan, Rodrigo Andrade (André Lima), Léo Gomes, Erick (Nickson); Léo Ceará e Walter Bou (Yago)Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Cartões amarelos: Ayrton Lucas (Fluminense); Walter Bou (Vitória)

Cartões vermelhos: Não houve.

Público: 8.297 pagantes e 8.952 presentes

Renda: R$ 170.930,00