Fora de casa, Bangu bate o Boavista por 2 a 0

Marcos Jr (E) marcou um dos gols do Bangu na vitória por 2 a 0 sobre o Boavista | João Carlos Gomes (BAC)

Foi suado, mas o Bangu venceu a primeira na Taça Rio. O time comandado por Alfredo Sampaio bateu o Boavista por 2 a 0 no Elcyr Resende, em Bacaxá na tarde deste sábado (10), e respirou no Carioca. A vitória no confronto direto por uma vaga na Série D do Brasileirão mantém a equipe com chances de classificação. Os gols foram de Marcos Junior e Peralta.

Sem mais chances de repetir a campanha da Taça Guanabara e chegar às semifinais no returno, o Bangu segue na briga pela classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro. Com cinco pontos, o Alvirrubro é o quarto colocado do Grupo B. Já o Boavista, derrotado, estacionou nos seis pontos e tem situação difícil no Grupo C, apesar da mesma quarta colocação. A equipe de Bacaxá também briga para chegar à Série D. Na classificação geral do Campeonato Carioca, o Verdão segue na frente, com 15 pontos contra 13 do time da Zona Oeste da capital.

O Bangu começou melhor na primeira etapa e marcou logo no início. Aos nove minutos, Everton Sena recebeu na direita, cortou para dentro e bateu de canhota, mas Rafael espalmou. No rebote, Marquinhos chutou em cima do goleiro de novo e a bola sobrou para Marcos Júnior, que deslocou Rafael e abriu o placar em Bacaxá: 1 a 0 para o Alvirrubro. Depois disso o jogo ficou bastante truncado e o Boavista não conseguiu levar perigo a meta defendida pelo goleiro Célio Gabriel.

Na segunda etapa o Bangu permaneceu superior ao Boavista e decretou a vitória com mais um gol aos 27 minutos. Marcos Júnior recebeu no meio e achou Jairinho na entrada da área. Lucas chegou para desarmar o ponta, Rafael dividiu com Leonardo Jesus e a bola sobrou para Peralta, que completou para as redes.

 

Boavista 0x2 Bangu

Estádio Elcyr Resende de Mendonça (Saquarema)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães

Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Michael Correia

Boavista: Rafael; Thiaguinho, Gustavo, Elivelton e Julio Cesar (Vitor Faíska); Douglas Pedroso, Willian Maranhão, Erick Flores (Tartá) e Fellype Gabriel (Anderson Luiz); Lucas e Leandrão. Técnico: Eduardo Àllax.

Bangu: Célio Gabriel; Valdir, Michel, Oliveira e Léo Jesus; Marcos Junior, Magno, Everton Sena (Éberson), Marquinhos (Rogério Xodó) e Jairinho; Peralta (Luiz Henrique). Técnico: Alfredo Sampaio.

Cartões amarelos: Julio Cesar, Pedroso (Boavista); Marquinhos, Peralta, Michel, Jairinho (Bangu)

Cartão vermelho: Gustavo (Boavista)

Gols: Marcos Junior – Bangu (09/1º tempo); Peralta – Bangu (28/2º tempo)

Renda e público: não foram divulgados