Fora de casa, Vasco fica no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro pelo Brasileirão

O Cruzeiro tentou, tentou, tentou, mas não conseguiu a virada no Mineirão. Diante do Vasco, na noite desta quarta-feira (06), o time mineiro ficou apenas no empate em 1 a 1 em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Andrey, em belo chute de fora da área, e Raniel para a Raposa, marcaram os gols da partida.

Com o empate, o Vasco que vinha de derrota para o Botafogo no clássico do último fim de semana, leva um ponto para o Rio de Janeiro e nesse momento ocupada a décima terceira colocação da tabela de classificação da competição. Vale ressaltar que o Cruzmaltino tem um jogo a menos.

As primeiras chances da primeira etapa foram do Cruzeiro. Dedé, de cabeça, e Thiago Neves, de canhota, desperdiçaram em boas condições. A resposta do Vasco foi com Pikachu. Ele cobrou falta no ângulo, Fábio desviou com a ponta do dedos e a bola explodiu no travessão. Os mineiros ainda reclamaram um pênalti de Desábato em Edílson, não marcado pela arbitragem. Logo em seguida, aos 21 minutos, o Vasco abriu o placar. Na bobeada de Egídio, Andrey recuperou a bola e mandou a bomba de fora da área, no ângulo, sem chance para Fábio: 1 a 0 par o Gigante da Colina. O Cruzeiro seguiu insistindo em bolas aéreas, porém, sem sucesso.

Na volta do intervalo, o Cruzeiro foi à caça pelo gol. Tentou com Dedé e Raniel, em cruzamentos perigosos. Em outro lance, o zagueiro quase fez, finalizando de dentro da área. O empate, porém, veio aos 15 minutos, após boa jogada que começou com Dedé, passou por Sóbis e terminou com o toque de Raniel na saída do goleiro Fernando Miguel: 1 a 1 no placar do Mineirão. O jogo ficou mais truncado, e as oportunidades reais de gol reduziram. O Cruzeiro reclamou de outro pênalti, já na reta final da partida, de Paulão em Raniel, em uma disputa de bola pelo alto. No fim, Bruno Silva, de cabeça, por muito pouco não virou o placar.

Na próxima rodada, no sábado (09) o Vasco recebe o Sport, em São Januário, às 19h em duelo válido pela décima primeira rodada do Brasileiro.

 

Cruzeiro 1×1 Vasco

Estádio: Mineirão (Belo Horizonte)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/FIFA)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Fábio Rogério Baesteiro (SP)

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo (Wellington), Paulão, Ricardo, Henrique; Desábato, Andrey, Bruno Cosendey (Evander), Yago Pikachu, Wagner (Giovanni Augusto); Andrés Ríos. Técnico: Valdir Bigode.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé, Egídio; Henrique, Lucas Silva (Marcelo), Robinho, Thiago Neves, Rafael Sobis (Bruno Silva); Raniel. Técnico: Mano Menezes.

Cartões Amarelos: Wagner, Pikachu (Vasco)

Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Andrey – Vasco (21’/1º tempo) e Raniel – Cruzeiro (15’/2º tempo)

Público: 19.870 pagantes e 23.725 presentes

Renda: R$ 411.772,00