Gabigol dá show, marca três vezes e Santos bate o Vasco no Maracanã

No duelo entre dois gigantes com campanhas irregulares, o Santos é quem respira no Campeonato Brasileiro. E graças a uma noite memorável de Gabigol. O atacante santista marcou os três gols da vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, na noite deste sábado (01), no Maracanã, e assumiu a artilharia da competição ao lado de Pedro, do Fluminense. A equipe paulista sobe na tabela e deixa o time carioca, muito vaiado pela torcida, à beira da zona do rebaixamento.

Com a segunda derrota seguida, o Vasco permanece com 24, em 16º, mas não corre risco de entrar no grupo dos quatro piores nesta rodada. Isso porque a Chapecoense, 17ª com 21, tem duas vitórias a menos que os vascaínos (seis a quatro).

O Santos assumiu o controle do jogo rapidamente e foi para cima nos primeiros minutos. O gol não demorou a sair. Após ótima troca de passes entre Sasha, Rodrygo e Dodô pela esquerda, a bola ficou na entrada para Gabigol bater com categoria no canto direito de Martín Silva: 1 a 0 no Maracanã. O Vasco não conseguiu responder. O time até passou a ficar mais tempo com a bola, mas sofreu para criar. Kelvin apareceu pouco, e Pikachu foi anulado pela forte marcação feita pelas duas linhas de quatro jogadores do Santos.

O Vasco se lançou ao ataque no retorno do intervalo, mas voltou e ter enorme dificuldade para furar o bloqueio armado por Cuca. Pior, o Cruz-Maltino deu espaços nos contra-ataques e Sánchez quase fez o segundo assim. A bola bateu na trave, correu sobre a linha e não entrou. Aos 21, porém, Gabigol não perdoou ao receber na entrada da área e bater de primeira no canto esquerdo do goleiro. O Vasco, então, se desequilibrou e deu todo espaço do mundo para o Santos aumentar. Derlis González perdeu um cara a cara e, pouco depois, cruzou para Gabigol fazer o terceiro dele: Santos 3 a 0. O atacante ainda desperdiçou outra chance de frente para Martín Silva. Nocauteado, o Vasco nada conseguiu fazer e ouviu muitos protestos da torcida nas arquibancadas.

Vasco 0x3 Santos

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

Vasco: Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Raul, Andrey (Ríos), Yago Pikachu, Wagner e Kelvin (Thiago Galhardo); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Robson Bambu e Dodô; Alison, Diego Pituca e Sánchez (Jean Mota); Eduardo Sasha (González), Gabriel e Rodrygo (Copete). Técnico: Cuca.

Cartões amarelos: Maxi López (Vasco); Dodô (Santos)

Gols: Gabriel, 5’/1ºT (0-1); Gabriel, 21’/2ºT (0-2); Gabriel, 36’/2ºT (0-3)

Renda: R$ 871.670,00

Público: 33.646 presentes