Goleiro do EC Resende vibra com vídeo de Gatito: ‘Vi várias vezes, nem acredito que foi para mim’

Jorge Luiz defendeu cinco dos seis pênaltis cobrados até o momento contra a meta do Esporte Clube Resende durante a Série C do Campeonato Carioca deste ano, ainda em andamento. No lance do único gol, ele ainda pulou no canto certo e chegou a tocar a bola. O aproveitamento de 84% é superior ao de Gatito Fernandes, do Botafogo, que defendeu oito de 14 cobranças (57%). Para o camisa 22, difícil mesmo de segurar foi a emoção ao receber um incentivo gravado pelo goleiro paraguaio, uma de suas referências para a posição.

O vídeo de 40 segundos foi publicado na última sexta-feira, no Blog Deu Zebra, do jornal O Globo. Nele, o goleiro do Botafogo afirma ter tomado conhecimento dos feitos do colega de posição de 22 anos e o estimulou a continuar trabalhando firme.

—Fiquei sabendo e fico muito feliz por isto. Quero que você continue a fazer o que mais gosta, que é jogar futebol. Você é novo, tem muito a aprender e, se continuar trabalhando assim, com certeza vai chegar longe — afirmou Gatito.

Neste domingo, Jorge Luiz ajudou o Resende e ficar no empate em 0 a 0 com o Tomazinho, fora de casa, em uma partida em que foi muito exigido. Após o confronto, o camisa 22 revelou o que sentiu ao receber a mensagem do ídolo.

— Fiquei muito emocionado com o vídeo, pois eu o acompanho desde os tempos em que jogava no Vitória-BA, quando ajudou o clube a retornar à Série A. Quando vi sua habilidade nas cobranças de pênaltis, logo fui pesquisar sobre seus treinamentos. Receber esse incentivo dele foi uma mistura de emoções muito positivas. Já assisti o vídeo diversas vezes e ainda não acredito que foi para mim — admite.

O camisa 22 demonstrou ainda conhecer bem a seleção do Paraguai que, com a sétima posição nas eliminatórias sul-americanas, acabou fora da Copa do Mundo da Rússia em 2018. Será a segunda vez consecutiva que os guaranis não vão disputar um Mundial. Embora fosse frequentemente convocado, o goleiro do Botafogo era reserva.

— É difícil entender como Gatito não é titular. Provavelmente a explicação da eliminação da seleção paraguaia nas eliminatórias passa um pouco por aí. Com o trabalho que ele faz no Botafogo, sem dúvidas ele teria ajudado muito a seleção e tudo poderia ter sido diferente. Sou muito fã deste profissional — conclui.

O Resende é o terceiro colocado do grupo B. É a última classificação que garante uma vaga para o playoff de acesso. A uma rodada do fim, a equipe está em uma situação confortável: tem 31 pontos, cinco de vantagem sobre o Itaboraí Profute, quarto colocado, que tem um jogo a menos.

A equipe encerra participação na fase classificatória neste domingo (5), contra o Itaperuna. A partida acontece às 16h, no Estádio De Los Lários, em Duque de Caxias.