Gum marca, Flu bate o Corinthians no Maracanã e volta a vencer no Brasileiro

Ainda na primeira etapa, Gum marcou o gol da vitória tricolor sobre o Corinthians | Divulgação (FFC)

O Fluminense venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (22), no Maracanã, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro e alcançou o time paulista na classificação – os dois times agora somam 26 pontos, sete abaixo da zona de classificação para a Libertadores, com o Timão levando vantagem sobre o Tricolor carioca no saldo de gols (5 contra -4). Gum foi o autor do gol da vitória, em lance de bola parada aos 17 minutos do primeiro tempo. A tentativa de reação do Corinthians esbarrou na expulsão de Romero, no fim da etapa inicial. Com um a mais, o Flu criou várias chances, mas parou em Cássio.

Agora, o Fluminense volta a jogar no próximo sábado (25), quando encara o Cruzeiro, às 21h, no Mineirão, em duelo da 21ª rodada da competição nacional.

O Fluminense teve o controle do primeiro tempo desde o início, ainda que o Corinthians tenha trocado mais que o dobro de passes – 237 contra 104 do Tricolor. Com jogadores rápidos pelos lados, o Flu deu trabalho aos laterais do Timão e impediu que eles avançassem e tentassem triangulações com os meias e atacantes. Mesmo sem Everaldo, lesionado e substituído aos 12 minutos por Matheus Alessandro, o time carioca usou a velocidade para criar chances – e sofrer faltas. Numa delas, aos 18 minutos, Pedro subiu sozinho e encontrou Gum na pequena área, que, na segunda tentativa, abriu o placar para o Fluminense.

O Corinthians tentou reagir em lances esporádicos, o principal deles uma cabeçada de Romero que Julio César defendeu. Seria a única oportunidade do paraguaio. Aos 41, foi expulso pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro depois de acertar a mão no rosto de Digão. Os corintianos ficaram revoltados e protestaram.

Com um homem a menos, o Corinthians correu risco de sofrer uma goleada. Osmar Loss mexeu na formação tática, deixando Pedrinho e Clayson mais à frente, com um trio de meio-campistas logo atrás (Ralf, Douglas e Jadson). A escolha se mostrou desastrosa, e o Flu foi babando pra cima, empilhando uma chance de gol atrás da outra. Só aos 18 minutos Loss corrigiu o erro, trocando Pedrinho e Ralf por Mateus Vital e Jonathas. Com isso, só este último ficava mais à frente, com uma linha de quatro logo atrás. A sede do Fluminense ainda era grande, e Cássio fez pelo menos duas boas defesas. O Corinthians ainda conseguiu criar uma boa chance com Danilo Avelar e ensaiou uma pressão no fim, sem sucesso. A vitória do Fluminense foi justa, mas poderia ter sido até mais confortável.

Fluminense 1×0 Corinthians (SP)

Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG/FIFA)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG/FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

Fluminense: Júlio César; Gilberto, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Jadson (Mateus Norton), Richard, Dodi (Marcos Júnior), Sornoza; Everaldo (Matheus Alessandro) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.

Corinthians: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique, Danilo Avelar; Ralf (Jonathas), Douglas, Jadson (Araos), Clayson; Pedrinho (Mateus Vital) e Romero. Técnico: Osmar Loss.

Cartões amarelos: Gum (FLU); Pedro Henrique, Ralf (COR)

Cartões vermelhos: Romero, 41’/1ºT (COR)

Gol: Gum – Fluminense (17’/2º tempo)