Gustavo Coelho conquista a temporada de Fórmula Inter com terceiro lugar no oval de Piracicaba-SP

Gustavo Coelho celebra o título da Fórmula Inter, obtido com uma rodada de antecedência, em Piracicaba | Divulgação/RR Mídia
Gustavo Coelho celebra o título da Fórmula Inter, obtido com uma rodada de antecedência, em Piracicaba | Divulgação/RR Mídia

A décima etapa da Fórmula Inter foi recheada de emoções. Principalmente para Gustavo Coelho, que precisava terminar pelo menos em terceiro para conquistar a temporada 2017. Foi exatamente o que aconteceu, mas com contornos de drama, no circuito oval de Piracicaba-SP: a duas voltas do fim, o piloto, que era quarto colocado, ultrapassou Rafael Seibel para garantir um lugar no pódio e o título, com uma corrida de antecedência.

Com o resultado obtido neste domingo, Gustavo Coelho chega a 289 pontos e abre 32 de vantagem sobre o segundo colocado, Pedrinho Aguiar, que não pode mais alcançá-lo. A Fórmula Inter é uma categoria de transição entre o kart e as competições internacionais de monopostos, e leva esse nome em homenagem ao autódromo de Interlagos.

Após conquistar o terceiro lugar no grid de largada, Coelho teria a missão de pelo menos manter a posição no primeiro circuito oval da temporada. Logo na largada após atacar o pole position Alex Seid, com quem ficou lado a lado na primeira curva, o piloto acabou caindo para o quarto ao ser ultrapassado por Luciano Zamgirolami.

Além de ter caído para quarto, era acompanhado de perto pelo vice líder da competição Marcelo Henriques, quinto colocado, que  precisava vencer a prova para manter vivas as chances de título. A luta pela ponta permanecia intensa com Alex Seid, Luciano Zamgirolami e Gabriel Salomão. Acertadamente, o Coelho decidiu não forçar tanto o carro e deixou para buscar um lugar no pódio nas voltas finais.

Aproveitando que os adversários que lideravam a corrida decidiram por fazer pit stop, Gustavo Coelho optou por acelerar e aproveitar o momento. Tudo caminhava bem até Erick Galassi sofrer um acidente e forçar a entrada do safety car na pista.

Com o carro de segurança na pista, a vantagem conquistada por Coelho foi anulada. Naquele momento, todos os carros haviam se enfileirado novamente e dali pra frente a corrida tomaria tons dramáticos para o piloto, que àquela altura estava com várias retardatários a sua frente.

A batalha se estendeu e, faltando apenas duas voltas para terminar a corrida, Gustavo Coelho, novamente na quarta colocação, foi com tudo para cima de Rafael Seibel. Com uma manobra clássica por dentro acabou levando a melhor e assumindo o 3° lugar.

E assim se encerrou o 10° round da Fórmula Inter, com Gustavo Coelho terminando na terceira posição, tudo o que precisava para se tornar o novo campeão. Com lágrimas nos olhos, o piloto comemorou o título e realizou um sonho de infância. A última etapa do circuito está prevista para 17 de dezembro, em Interlagos, São Paulo.