Kieza decide, Bota vence a Cabofriense e segue invicto na Taça Rio

O Botafogo dominou, criou boas chances, mas graças ao gol solitário de Kieza logo no começo do jogo derrotou a Cabofriense por 1 a 0, na noite deste domingo (25), no estádio NIlton Santos, em duelo válido pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Boa parte da dificuldade alvinegra teve um responsável: o goleiro George, que fez pelo menos três defesas difíceis no segundo tempo.

Com o resultado, o Botafogo é um dos quatro times do Grupo C que somam seis pontos em dois jogos – Fluminense, Portuguesa e Boavista completam o grupo de líderes. Na classificação geral o Alvinegro chega aos 15 pontos e fica na zona de classificação para possível vaga de espera na semifinal. A Cabofriense segue sem marcar pontos no Grupo A neste segundo turno.

Melhor em campo, o Botafogo abriu o placar logo no início da segunda etapa. Aos sete, Rodrigo Pimpão fez um belo cruzamento pela esquerda e achou Kieza na altura do primeiro poste. Ele cabeceou certeiro e fez 1 a 0 para o Alvinegro. Apesar da superioridade, o time do técnico Alberto Valentim não conseguiu ampliar a vantagem no marcado, na primeira etapa.

Com uma etapa final melhor que a primeira, o Botafogo dominou a Cabofriense durante todo segundo tempo, teve mais posse de bola e só não saiu do Estádio Nilton Santos com um placar maior, por que o goleiro do Tricolor Praiano, George, fez alguns milagres na noite deste domingo.

Agora, o Botafogo tem pela frente o clássico contra o Flamengo, no próximo sábado (03), às 17h, ainda sem local definido. Já a Cabofriense encara o Macaé, no domingo (04), às 15h45min, no Estádio Alair Corrêa, em Cabo Frio.

Botafogo 1×0 Cabofriense

Estádio Nilton Santos (Rio de Janeiro)

Árbitro: Diego da Silva Lourenço

Assistentes: Diogo Carvalho Silva e André Roberto Smith Silveira

Botafogo: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso e João Paulo; Leo Valencia, Rodrigo Pimpão (Luis Ricardo) e Ezequiel (Luiz Fernando); Kieza (Brenner). Técnico: Alberto Valentim.

Cabofriense: George; Wellington Júnior, Lucas Cunha, Leandro Euzébio (Robero Júnior) e Airton; Levi, Kaká Mendes (Rafael Pernão), Gama e Bruno Tubarão; Lauro César (Maranhão) e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Cartões amarelos: Leo Valencia e Rodrigo Pimpão (Botafogo); Bruno Tubarão (Cabofriense)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Kieza – Botafogo (07/1º tempo)

Público: 2.144 pagantes e 2.630 presentes

Renda: R$ 43.420,00