Lucho pede demissão e America anuncia Duílio como treinador

Após a derrota do America por 2 a 1 para o Goytacaz – a terceira em três jogos – na tarde do último sábado (06), em duelo válido pela terceira rodada da fase preliminar do Campeonato Carioca, Lucho Nizzo colocou o cargo de treinador da equipe rubra à disposição do departamento de futebol americano e se despediu dos atletas ainda no vestiário do Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema.

Com o pedido de demissão, Lucho encerrou um ciclo de trabalho que fora iniciado ainda na Série B1 do Carioca, na última temporada e culminou com o acesso à elite do futebol estadual em 2018, após grande recuperação na competição. O agora ex-treinador, dirigiu o America em 23 jogos, teve 12 vitórias, cinco empates e seis derrotas: 59,4% de aproveitamento.

A diretoria americana se despediu de Lucho, a quem trata como profissional cujo caráter e competência são devidamente atestados por todos no clube, agradeceu pelo trabalho realizado no período e reiterou que as portas estão abertas para oportunidades futuras.

De forma rápida e objetiva o America anunciou Duílio como novo treinador da equipe para o restante da primeira fase do Estadual. Duílio Dias Junior, tem 60 anos e histórico vitorioso no time americano. Foi campeão da Taça Rio e do Torneio dos Campeões em 1982. Fora das quatro linhas, comandou o America em 2012, assumindo durante a Copa Rio, e em 2013, quando levou a equipe ao triangular final da Série B do Estadual.

Neste restante de Campeonato Carioca, Duílio terá oito jogos pela frente: os dois compromissos restantes da fase preliminar e os seis jogos do Grupo X, no qual o time de Mesquita trabalhará intensamente para evitar o rebaixamento.

O America volta a campo na próxima quarta-feira (10), quando enfrenta o Macaé, às16h, no Estádio Eduardo Guinle, já sobre o comando do novo treinador.