Macaé se impôs desde o início e não foi ameaçado pelo Goytacaz | Carlos Grevi/Divulgação

Macaé mostra autoridade e vence o Goytacaz na estreia do Carioca

Último clube a iniciar preparação para o Campeonato Carioca, o Macaé Esporte despertou preocupações mas, pelo menos nessa primeira rodada, o Alvianil Praiano mostrou estar pronto para a competição. Com um ritmo avassalador já no primeiro tempo, o Leão surpreendeu o Goytacaz, campeão da Série B1, e venceu por 3 a 1, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, na tarde desta quarta-feira, em uma demonstração de que dará trabalho aos rivais, na busca por virar a página após três rebaixamentos consecutivos.

Antes de a bola rolar para a partida, que marcava o início do Campeonato Carioca de 2018, a Polícia Militar teve trabalho para dispersar uma confusão entre torcedores dos dois clubes nas imediações do estádio. Embora haja uma rivalidade entre as cidades de Campos e Macaé, a confusão foi motivada pelo reforço de uma torcida organizada do Americano ao time da casa contra o arquirrival.

LEIA TAMBÉM: Abner brilha e comanda goleada da Cabofriense sobre o Resende

Mesmo com um time predominantemente jovem, sem jogadores que ficaram conhecidos pelas campanhas feitas pelo clube nos últimos anos, o Macaé decidiu propor o jogo desde o início e criou boas chances em profusão nos primeiros instantes. A primeira surgiu logo aos quatro minutos, quando Diego Sales puxou contra-ataque pela esquerda, deixou um marcador pelo caminho e tocou no canto direito de Paulo Henrique, que defendeu.

Quatro minutos depois, o goleiro, grande destaque individual da partida, defendeu uma bola cabeceada pelo companheiro Paulo Vitor, que quase abriu o placar para os donos da casa: fogo amigo. A pressão surtiu efeito aos 13. Confiante, o atacante Neto recebeu a bola e mostra categoria para superar Paulo Henrique e marcar em seu primeiro jogo com a camisa do Macaé.

Torcida do Goytacaz compareceu em bom número para prestigiar o retorno do time de Campos à Série A após 25 anos | Carlos Grevi/Divulgação
Torcida do Goytacaz compareceu em bom número para prestigiar o retorno do time de Campos à Série A após 25 anos | Carlos Grevi/Divulgação

O gol não mudou o panorama da partida: o time da casa seguiu no ataque e incomodou principalmente pela direita, enquanto o Goytacaz, um visitante acuado, encontrava dificuldades para se encontrar em campo. O time pouco criava, o que aumentava o trabalho de Paulo Henrique. Aos 27, o goleiro defendeu chute de Neto, que teve boa chance após receber passe de Matheus. A única boa chance do time de Campos aconteceu aos 42 minutos, quando Márcio Carioca acertou a trave.

Dois minutos depois, Diego Sales amplia para o time macaense, mas a arbitragem assinala impedimento. Aos 48, não teve jeito: pela direita, Diego Sales teve todo tempo e tranquilidade necessários para encontrar Alex, cruzar e deixar o companheiro ampliar: 2 a 0, e uma vantagem importante aberta para o time da casa.

GOYTACAZ MELHORA POUCO NA SEGUNDA ETAPA

O time de Campos voltou mais organizado para o segundo tempo. Com a vantagem consolidada, o Macaé optou por administrar o placar e explorar o desentrosamento de um adversário pressionado e ainda em formação. O duelo particular entre Neto e Paulo Henrique teve um novo round aos quatro minutos, quando o goleiro volta a salvar o Goytacaz.

Dois minutos depois de entrar, Lukinha mostrou que sua estrela continua a brilhar. O autor do gol do acesso alvianil chuta, a bola desvia em Admilton e surpreende o goleiro, descontando para o Goytacaz: 2 a 1, aos 15 minutos. A resposta do Macaé veio dez minutos depois. Paulo Henrique defende chute de Neto, na sobra, a bola bate em Cleiton e e morre no fundo da rede. O lance empolga a torcida do Macaé, que revive a rivalidade com a cidade vizinha e passa a gritar “Olé” a cada troca de passes.

No outro jogo que abriu a rodada, a Cabofriense venceu o Resende por 3 a 0, em Cabo Frio, com três gols do prata da casa Abner. Nesta quinta-feira, o America recebe o Bonsucesso, no último jogo da rodada da primeira fase do Campeonato Carioca. Os seis times se enfrentam nesta etapa em turno único, e os dois primeiros colocados garantem passagem para a etapa final da competição, com início previsto para 17 de janeiro.

Macaé 3×1 Goytacaz

Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo (Macaé)

Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior

Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Luiz Antônio Muniz de Oliveira

Macaé: Andrey; Marcelo, Admilton, Luiz Felipe e Matheus Oliveira; Anderson (Luan), Lepu, Charles e Diego Sales (Accioli); Alex e Neto (William). Técnico: Josué Teixeira.

Goytacaz: Paulo Henrique, Tenente, Cleiton, Edson, Almir, Jefinho, João Vitor, Gabriel (Lukinha), Gabriel Galhardo, Anderson Oliveira (Rodriguinho) e Márcio Carioca (Sodré). Técnico: Paulo Henrique.

Cartões amarelos: Charles (Macaé) e Jefinho (Goytacaz)

Gols: Neto (13/1º tempo), Diego Sales (48/1º tempo) e Almir (23/2º tempo, contra) Macaé; Admilton (15/2º tempo, contra).