Macaé vence o Fla pela primeira vez na história e respira no Carioca

Ataque do Flamengo foi ineficiente contra o Macaé e saiu do Moacyrzão com a derrota por 1 a 0 | Gilvan de Souza (CRF)

De olho na Libertadores, o Flamengo poupou a maioria de seus titulares e pagou um alto preço na noite deste sábado (10): perdeu para o Macaé, por 1 a 0, no Estádio Moacyrzão em duelo válido pela quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Com o revez, o Rubro-negro perdeu pela primeira vez na história para o Alvianil. A equipe até teve boa atuação no primeiro tempo, mas caiu muito na etapa final e saiu derrotado em Macaé. Da equipe principal, apenas Diego Alves e Lucas Paquetá iniciaram. Lepu marcou o único gol do jogo.

Com a derrota, o Flamengo se manteve com nove pontos, foi ultrapassado pelo Vasco que tem dez e deixou a liderança do Grupo B. O Rubro-Negro ainda tem a Cabofriense, com seis pontos, no retrovisor e torce contra a equipe de Cabo Frio, diante da Portuguesa, neste domingo.

Para o Macaé, a vitória trouxe alívio. O time do Norte Fluminense, que briga para se manter na Série A sem precisar disputar a fase preliminar do Estadual em 2019, soma cinco pontos na Taça Rio, mas não tem mais chances de chegar às semifinais. Na Classificação geral o Alvianil Praiano pulou para nona colocação com nove pontos e ainda precisa de um resultado positivo na última rodada para se salvar da degola.

Time misto do Flamengo sofreu diante do Macaé e perdeu para o Alvianil pela primeira vez em sua história | Gilvan de Souza (CRF)

O Flamengo começou intenso, foi bem no primeiro tempo, mas faltou o gol. Muito participativo na primeira etapa, Vinicius Junior criou boas chances e carimbou a trave. Com toques rápidos, foi o principal jogador. Geuvânio também teve uma boa atuação após algum tempo. O Macaé limitou-se a defender e comemorou o 0 a 0 ao fim dos 45 minutos iniciais.

Na volta do intervalo, de olho na Libertadores, Carpegiani trocou Paquetá e Jonas por Pepê e Cuéllar, respectivamente. E o Flamengo caiu bastante. A equipe perdeu força na criação e na marcação. Aos poucos, o Macaé passou a se impor e levou perigo. Aos 19, Lepu recebeu passe de Pipico, chutou cruzado e marcou o único gol da partida: Macaé 1 a 0.

Léo Duarte foi expulso logo depois, e o Rubro-Negro se perdeu de vez. A equipe do Norte Fluminense poderia ter conseguido um placar até maior devido ao que produziu nos últimos minutos no Moacyrzão.

Na próxima e última rodada, o adversário do Flamengo será a Portuguesa no domingo (18), às 16h, em confronto que ainda não tem local definido. Já o Macaé tem pela frente o duelo contra o Nova Iguaçu às 16h, no Estádio Laranjão.

 

Macaé 1×0 Flamengo

Estádio Moacyrzão (Macaé)

Árbitro: Rafael Martins de Sá

Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Márcio Moreira de Queiroz

Macaé: Luis Cetin; Admilton, Igor João e Vladimir; Marcelo, Júlio Nascimento (Gedeil), Charles (Luiz Felipe), Lepu e Luís Felipe (Lucas Gabriel); Pipico e Edinho (Matheus Babi). Técnico: Josué Teixeira.

Flamengo: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Thuler e Trauco; Jonas (Cuéllar), Willian Arão e Lucas Paquetá (Pepê); Geuvânio (Lincoln), Felipe Vizeu e Vinicius Júnior. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

Cartões amarelos: Luís Felipe, Júlio Nascimento (Macaé); Lucas Paquetá, Léo Duarte, Pepê (Flamengo)

Cartão vermelho: Léo Duarte (Flamengo)

Gol: Lepu – Macaé (19/2º tempo)

Renda: R$ 204.660,00

Público: 5.882 pagantes e 6.682 presentes