Madureira e Voltaço empatam sem gols e seguem sem vitórias na Taça Rio

Não faltou vontade, mas faltou o gol. No encontro entre o pior ataque e a pior defesa do Campeonato Carioca, os goleiros chamaram a atenção e garantiram o 0 a 0 entre Madureira e Volta Redonda, na tarde desta segunda-feira (26), em Conselheiro Galvão, no duelo da segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Estadual.

Os times, que estão em situação preocupante, somaram seus primeiros pontos na Taça Rio, resultado que não foi comemorado por ninguém, já que o Tricolor Suburbano e o Tricolor de Aço ocupam as últimas colocações da classificação geral da competição, o que levaria as equipes a disputa da primeira fase do Estadual.

A primeira etapa teve mais emoção e as duas equipes tiveram boas chances de inaugurar o marcador do duelo na Rua Conselheiro Galvão, mas boas defesas de Jonathan e Douglas Borges evitaram os gols nos 45 minutos iniciais. Apesar da superioridade na etapa final o Madureira não conseguiu vencer o arqueiro do Volta Redonda e a partida terminou mesmo com o placar sem gols.

O ponto somado neste empate leva o Volta Redonda da lanterna do grupo B direto para a zona de classificação para as semifinais da Taça Rio. Isso porque, como nesta fase os times de um grupo enfrentam os do outro, pode haver um desequilíbrio na pontuação. Já o Madureira segue na lanterna do grupo C.

Os times voltam a campo no próximo domingo (04). Enquanto o Madureira visita o Nova Iguaçu às 15h45, no Laranjão, o Volta Redonda encara o Fluminense às 17h, em local ainda a ser definido.

Madureira 0x0 Volta Redonda

Estádio Aniceto Moscoso (Rio de Janeiro)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Márcio Moreira de Queiroz e Lilian da Silva Fernandes Bruno

Madureira: Jonathan; Formiga, Danrlei, Edmário e Renan; Thiago Medeiros, William, Douglas Lima e Luciano; Igor Catatau e Souza. Técnico: Djair.

Volta Redonda: Douglas Borges; Luiz Gustavo, Daniel Felipe, Bruno Costa e Luiz Paulo; Bruno Barra, Pablo, Marcelo e Vinícius Pacheco; Dija Baiano e Núbio Flávio. Técnico: Marcelo Salles.

Cartões amarelos: Douglas Lima, Thiago Medeiros, Renan, Formiga (Madureira); Daniel Felipe, Bruno Barra (Volta Redonda)

Cartões vermelhos: Não houve

Renda: R$ 2.920,00

Público: 254 pagantes e 369 presentes