Media day do WOCS 50 reuniu os principais nomes do card

Aconteceu no dia 14 de maio (segunda-feira), na luxuosa cobertura do Hotel Laghetto Stilo, na Barra da Tijuca, o Media Day do WOCS 50.
A edição de número 50 do WOCS é também a edição especial de 10 anos da organização. No Media Day de ontem, os líderes da TFT e organizadores do evento, Phillip Lima e Tata Duarte, falaram um pouco sobre a satisfação pelo sucesso do WOCS:
Foto: Live Esporte
“Passa uma história em nossa cabeça. Trabalhamos muito ao longo destes 10 anos. Muitos atletas que passaram por aqui, chegaram ao UFC e se tornaram grandes ícones do esporte. É muito bom ver tudo o que construímos”, disse Phillip Lima.
“Sempre tivemos na cabeça que, se temos que fazer algo, tem de ser bem feito, de forma profissional. Desde a primeira edição, tínhamos esse pensamento. Nunca achamos que está bom, sempre tentamos melhorar. Hoje, em nossos eventos, oferecemos todo o conforto aos atletas, imprensa e público, e é isso o que importa. Nós sempre fomentamos o esporte. Sempre focamos no amador, buscando dar oportunidade a atletas iniciantes e ajudando o esporte a crescer”, revelou Tata Duarte.
O atleta Mateus “Raposinha”, que disputará o cinturão peso-mosca com Charles “Blackout” na luta principal da noite, falou um pouco sobre a oportunidade de conquista de mais um cinturão, uma vez que já é dono do cinturão do Mr. Cage, tradicional evento do norte do país:
Foto: Forth Midia
“Esse título vai significar muito para mim. É sem dúvidas o maior passo da minha carreira e eu só tenho a agradecer pela oportunidade. Estou pronto pra tudo. Tô me preparando há muito tempo para isso. Só estou esperando a hora de sair na porrada e conquistar o cinturão”.
Raposinha falou também sobre seu adversário e o que espera do confronto:
“Vai ser uma das melhores lutas do ano. Charles é bom lutador, muito duro, está preparado e vamos sair na porrada”.
Charles “Blackout”, por sua vez, falou sobre a disputa, e revelou o motivo pelo qual desceu de categoria recentemente:
“Quando eu lutava nos 61kg e perdi o cinturão, resolvi descer para 57kg, e desde a primeira luta me senti bem. Falei para os meus técnicos que queria permanecer nessa categoria e chegar no cinturão, e graças a Deus surgiu essa chance. O cinturão vai mudar muita coisa pra mim, estou muito feliz com a oportunidade”.
Blackout, assim como Raposinha, acha que terá um duelo muito duro pela frente:
Foto: Forth Midia
“Meu oponente é um cara duro e eu gosto de lutas duras. Eu e Raposinha temos um jogo parecido. Com toda certeza faremos uma luta excelente e eu pretendo sair com a vitória mais uma vez”, disse Charles.
A fera do kickboxing Anderson Braddock, que lutará contra Julio Cesar Lima na categoria dos pesados, falou sobre sua primeira luta de MMA em solo nacional:
Foto: Live Esporte
“A minha expectativa é de dar show. Quero mostrar o que posso fazer também no MMA. Fico muito feliz de lutar no Brasil e espero me apresentar bem no sábado”.
Caionã Blade, que entrará em ação contra Junior “Espantalho”, falou sobre a mudança recente de equipe e sua relação com Blackout, que passou de adversário a companheiro de treinamentos:
“Fiquei muito feliz quando houve a possibilidade de treinarmos juntos. Já nos enfrentamos, mas somos profissionais. O que acontece lá dentro, morre lá dentro. Agora estou treinando de manhã até a noite, melhorando em todas as áreas. Me sinto cada vez mais preparado e quero mostrar a todos que estou pronto. Quero mostrar pra todos que sou capaz”.
Foto: Forth Midia
Oton Jasse, também conhecido como “Rei do Triângulo de Mão”, enfrentará Alex “Mão de Alicate” na categoria dos leves, buscando subir de nível na carreira:
“Estou construindo o meu nome, trabalhando firme. Vamos ver o que vai acontecer. O foco agora está nessa luta”.
Jamilson Daduzinho enfrentará Macksuel Laudino pela divisão dos moscas, e já mira o cinturão da categoria, que estará em jogo no duelo Blackout x Raposinha:
“Perdi a disputa de cinturão que fiz com o Minobroca e desde então venho trabalhando pra alcançar o ponto mais alto novamente. Vai ser uma honra enfrentar o vencedor da luta de sábado (entre Blackout e Raposinha) se a oportunidade surgir. Cinturão do WOCS é um sonho. Sempre vou correr atrás dos melhores. Na TFT, treinamos duro para enfrentar os melhores, então não posso pensar menos que isso”.
O evento terá o card principal transmitido pelo Esporte Interativo a partir das 22h. Os cards preliminar e o amador serão transmitidos pelas redes sociais da organização com início às 18h.
WOCS 50
Hotel Laghetto Stilo – Barra da Tijuca (RJ)
Sábado, 19 de maio de 2018
CARD PRINCIPAL
Disputa do cinturão peso-mosca: Charles “Blackout” x Mateus “Raposinha”
Peso-leve: Oton Jasse x Alex “Mão de Alicate”
Peso combinado até 74kg: Aloísio Dado x Antonuce Conceição
Peso-mosca: Jamilson Daduzinho x Macksuel Laudino
Peso-pena: Caionã “Blade” x Junior “Espantalho”
Peso-meio-médio: Alexandre Baixinho x Jorge La Terra
Peso-pesado: Anderson “Braddock” x Julio Cesar Lima
CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Vinicius Bohrer x Taffarel Brasil
Peso-mosca: Mateus “Magriça” x Johnata Silva
Peso-pena: Edcarlos “Peixe” x Patrique Tavares
Peso-galo: Luan Juruna x  Aleandro Caetano
Peso-leve: Fernando Colman x Pedro Farias “Esfirrão”
Peso-mosca: Alan Lima x Francisco Xavier “Índio”
CARD AMADOR
Peso-pena: Alexandre “Ja Rule” x Antônio Pitbull
Pes-leve: Jairo Pacheco “Mumuzinho” x Gabriel Romano
Peso-galo: Charles Fernandes “Tchuco” x Derick Borges