Na briga pelo G2, America e Americano se enfrentam em Mesquita

Neste sábado (16), a partir das 15 horas, o America, líder do Grupo A com 11 pontos, enfrenta o Americano, em terceiro com 10, em jogo válido pela sexta rodada da Taça Santos Dumont, primeiro turno do Campeonato Carioca Série B1. As pontuações falam por si: jogo de seis pontos. Mas além da posição das duas equipes na tabela, que já é um atrativo incontestável, temos mais alguns temperos.

A equipe Rubra, comandada por Luisinho Lemos, possui o melhor ataque da competição, com 12 gols marcados em cinco jogos, enquanto o Alvinegro do Parque Tamandaré vem logo em seguida com 11 tentos anotados.

Outro detalhe importante é que alguma série de vitórias será quebrada neste sábado. O America é o melhor mandante da competição até aqui com duas vitórias em dois jogos. Já o Cano carrega o posto de visitante mais indigesto, com os mesmos 100%, só que atuando longe de Campos.

Para o agora meio campista do America, Anderson Kunzel, esta partida terá um gostinho ainda mais especial. Com passagens pelo Americano em 2015 e 2016, será a primeira vez que o atleta enfrentará sua ex-equipe representando o time Rubro.

– Sem dúvida vai ser um jogo diferente. Todo mundo sabe o carinho que eu tenho pelo Americano, tenho muitos amigos por lá. Mas quando muda o clube a gente tem que virar a chave. Tenho certeza que não será uma partida fácil pela qualidade dos dois times, mas espero que, lá na frente, esse tenha sido um confronto entre duas equipes que estarão na elite do Carioca no próximo ano – disse.

Este grande duelo será transmitido ao vivo e exclusiva, a partir das 14h45, através do Facebook e Youtube da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, com produção da TV Live Esporte.

Prováveis escalações:

America: Rafael; Wesley (Tiago Baiano), Carlos Alberto, Bruno Santos e Quaresma; Araruama, Anderson Kunzel, Felipe Pará e Moisés (William Oliveira); Raphael Carioca e Daniel.
Técnico: Luizinho Lemos

Americano: Luiz Henrique; Sanderson, Kadu, Admilton e Rafinha; Vandinho, Marquinhos, Bruno Vianna e George; Claudio Maradona e Maikon Aquino.
Técnico: Josué Teixeira.