Na reestreia de Jorginho como técnico, Vasco bate o Sport com 2 gols de Pikachu

Yago Pikachu foi o destaque da partida marcando dois gols e quase fazendo o terceiro após uma bela bicicleta | Paulo Fernandes (CRVG)

Foi com sorriso no rosto o reencontro de Jorginho com a torcida do Vasco. Neste sábado, em São Januário, na primeira partida sob comando do novo treinador, a equipe bateu o Sport por 3 a 2. Yago Pikachu marcou duas vezes, Paulão – contra – e Michel Bastos, numa bicicleta com estilo, deixaram tudo igual no marcador, mas Ramon, no final da 2ª etapa, fez explodir o Caldeirão.

O Vasco voltou a vencer após duas rodadas no Brasileirão e chegou aos 15 pontos na tabela de classificação. O Sport encerrou sequência de cinco partidas de invencibilidade e parou nos 18 pontos, deixando a posição no G-4 da competição ameaçada.

A partida começou muito estudada, com marcação forte de ambos os lados e muita dificuldade de penetração das duas equipes. O equilíbrio marcava o duelo até que Giovanni Augusto encontrou um raro espaço vazio. Aos 18 minutos, o meia percebeu a infiltração de Yago Pikachu, que saiu na frente de Magrão para abrir a contagem em São Januário.

Com a vantagem, o Vasco rodava a bola até encontrar novas brechas. O Sport, por sua vez, tinha mais dificuldade para ameaçar o rival e afrouxou na marcação. Em nova escapada, Pikachu saiu novamente sozinho à frente de Magrão, que conseguiu se antecipar e cortar a bola antes da chegada do cruz-maltino.

Diante de um rival desorganizado e sem nenhuma criatividade para chegar ao gol adversário, tudo indicava que o Vasco iria para o vestiário com a vitória parcial. O zagueiro Paulão, porém, deu uma “forcinha” para o Sport. Aos 42, Marlone bateu falta, o defensor resvalou na bola e tirou Fernando Miguel da jogada. Mas os protestos na arquibancada duraram muito pouco. Em nova investida, Pikachu, mais uma vez, entrou sozinho na frente de Magrão, que derrubou o jogador dentro da área. Pênalti que o 22 cobrou para recolocar o Vasco na frente.

Atrás do marcador, o Sport teve de se atirar um pouco mais na etapa final. Ao passo que saiu com mais ímpeto para tentar o empate, o Sport deixou ainda mais espaços para o Vasco, que desperdiçou ótimas chances de ampliar.

Com a vitória parcial, o Vasco se retraiu e chamou o adversário para o seu campo. Ainda que de forma não muito coordenada, o Sport aproveitou o espaço concedido e foi para cima. Aos 28 minutos, o zagueiro Paulão voltou a jogar concedido e foi para cima. Aos 28 minutos, o zagueiro Paulão voltou a jogar contra. Em uma rebatida sua, Michel Bastos arrematou de bicicleta para empatar. Um justo castigo para o recuo do Vasco e a persistência do Sport. Aos 44, no entanto, Ramon aproveitou rebatida do goleiro e marcou o gol que fez o Caldeirão de São Januário ferver.

O Vasco volta a campo na próxima quarta-feira (13), contra o Internacional, às 21h:45, no Beira-Rio, Rio Grande do Sul.

Vasco 3 × 2 Sport

Estádio: São Januário (Rio de Janeiro)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio – DF

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade – DF e Ciro Chaban Junqueira – DF

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Paulão, Ricardo (Erazo), Henrique; Desábato, Andrey, Bruno Cosendey (Ramon), Yago Pikachu, Giovanni Augusto (Raul); Andrés Ríos. Técnico: Jorginho.

Sport: Magrão; Raul Prata, Ernando, Ronaldo Alves, Sander; Deivid, Fellipe Bastos (Michel Bastos), Gabriel, Marlone (Neto Moura); Rogério (Carlos Henrique), Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira.

Cartões Amarelos: Paulão, Ricardo, Henrique (Vasco); Magrão, Deivid (Sport)

Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Yago Pikachu – Vasco (18’/1º tempo); Paulão – Gol Contra (42’/1º tempo); Yago Pikachu – Vasco (45’/1º tempo); Michel Bastos – Sport (28’/2° tempo); Ramon – Vasco (44’/1º tempo).

Público: 8.418 presentes e 7.581 pagantes

Renda: R$ 161.905,00