Nova Iguaçu empata com Bragantino e é eliminado da Copa do Brasil

Faltou pouco. Até os 36 minutos do segundo tempo, o Nova Iguaçu estava se classificando para segunda fase da Copa do Brasil na tarde desta quarta-feira (31), no Estádio Laranjão, na Baixada Fluminense, com gol do atacante Adriano. Mas, um minuto depois tudo mudou. Juliano empatou o duelo para o time de Bragança Paulista, que por jogar pelo empate conseguiu a vaga na próxima fase.

Os primeiros minutos do Nova Iguaçu em uma partida da Copa do Brasil foram intensos. A equipe se propôs a apertar o Bragantino e adotou um ritmo forte no começo do jogo. O Massa Bruta, que entrou em campo com apenas dois titulares: Alex Alves e Gerley, ficou concentrado na defesa e tentou encaixar contra-ataques para surpreender. Aos 45, o Nova Iguaçu, que tinha chegado mais vezes ao ataque, conseguiu o gol. Após belo lançamento, Adriano recebeu sozinho na área, driblou Alex Alves e tocou com a perna esquerda para o gol,Júnior Goiano ainda tentou tirou a bola antes de entrar no gol, mas não conseguiu impedir o placar de ser aberto: 1 a 0 para o Laranja da Baixada.

Os papéis se inverteram no segundo tempo. O Bragantino passou a ter mais volume de jogo e mais ações no ataque. Porém, sem precisão nas finalizações. O Nova Iguaçu até voltou para a etapa final com o mesmo ritmo da primeira, mas não durou muito tempo e passou a ficar mais recuado. Apesar de ter mais posse de bola, o Massa Bruta tinha dificuldades para finalizar. Isso até os 37 minutos, quando Juliano aproveitou uma sobra na área e chutou rasteiro para o gol, empatando a partida. Depois do gol, o Nova Iguaçu foi ao ataque para tentar o segundo gol, que daria a classificação à equipe. Mas o Braga segurou bem o resultado e garantiu a vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Agora, com foco no Campeonato Carioca, o Nova Iguaçu encara o Flamengo, no domingo (04), às 17h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, em duelo válido pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual.

Nova Iguaçu 1×1 Bragantino

Estádio Jânio Moraes (Nova Iguaçu)

Árbitro: Leonardo Simão Holanda (CE)

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Samuel Oliveira Costa (CE)

Nova Iguaçu: Jefferson; Wallace, Raphael Neuhaus, Murilo Henrique e Lucas; Paulo Henrique, Vinicius Matheus (Dieguinho) e Caio Cezar (Vinicius Paquetá); Wescley, Jonathan (Robinho) e Adriano. Técnico: Edson Souza.

Bragantino: Alex Alves; Robertinho (Everton), Juliano, Junior Goiano e Marcel (Patrick); Clayton, Willian Schuster e Helton; Anderson Ligeiro, Gerley (Bruno Sávio) e Miguel. Técnico: Marcelo Veiga.

Cartões amarelos: Alex Alves, Bruno Sávio, Juliano e Miguel (Bragantino)

Gols: Adriano – Nova Iguaçu (44/1º tempo); Juliano – Bragantino (37/2º tempo)

Público: 870 pagantes e 999 presentes

Renda: R$ 21.400,00