Pedro marca de novo, mas Flu cede empate para o Bahia no fim

Pedro marcou um belo gol no Maracanã, chegou ao décimo e é o artilheiro isolado da competição | MAILSON SANTANA (FFC)

Num resultado que não agradou nenhuma das partes, Fluminense e Bahia empataram em 1 a 1 na noite deste domingo (05), no Maracanã, pela décima sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Baiano foi melhor do que o Carioca, que precisou lidar com a pressão e contou com o talento de Pedro para abrir o placar com belo gol ainda no primeiro tempo. A vitória estava próxima, mas a insistência dos jogadores do Esquadrão de Aço valeu um gol no fim da segunda etapa.

Com o resultado, o Bahia saiu da zona de rebaixamento no campeonato nacional, ultrapassou o Santos e assumiu o décimo sexto lugar, enquanto o Tricolor Carioca permaneceu no nono lugar ficando a cinco pontos do G-6.

Fluminense não fez boa primeira etapa, mas aproveitou a oportunidade que teve para abrir o placar. O Bahia foi melhor, começou bem aproveitando os espaços pelo lado esquerdo do ataque e com Zé Rafael comandando o meio de campo. Quando o Flu melhorou a marcação, o jogo ficou mais equilibrado.

Os cariocas conseguiram se organizar, com Sornoza e Matheus Alessandro, o meio de campo começou a aparecer e a estrela de Pedro brilhou: o centroavante mandou um chute colocado de fora da área, aos 20 minutos e marcou mais uma vez no Campeonato Brasileiro: 1 a 0. Os baianos continuaram em cima, mas com dificuldade de chegar, já que o Flu passou a se defender mais.

O Bahia continuou melhor na etapa final. Gilberto, Vinícius e Zé Rafael conseguiram encaixar bons contra-ataques e buscaram as jogadas ofensivas. O Fluminense também teve chances, com Pedro e Matheus Alessandro (que poderia ter matado o jogo) se destacando novamente, mas apostou principalmente na defesa. Marcelo Oliveira até tirou Marcos Junior, que não fez boa partida, para colocar Richard.

O Tricolor baiano queria jogo e Enderson Moreira colocou Élber para dar fôlego ao time. Deu certo: o meia deu assistência para Edigar Junio empatar, de cabeça, aos 37 minutos da etapa complementar . Com o empate, o Tricolor do Rio foi atrás do gol da vitória, mas não conseguiu.

Na próxima rodada, o Bahia vai receber o América-MG, no sábado (11), às 19h, na Arena Fonte Nova. Já o Fluminense pega o Internacional, novamente no Maracanã, na segunda-feira (13), às 20h.

Fluminense 1×1 Bahia

Estádio Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/FIFA)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP/FIFA) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP/FIFA)

Fluminense: Júlio César; Leo, Gum (Ibañez), Digão, Ayrton Lucas; Aírton, Jadson, Sornoza (Everaldo), Matheus Alessandro; Marcos Jr (Richard) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.

Bahia: Anderson; Bruno (Nilton), Tiago, Lucas Fonseca, Paulinho; Gregore, Elton, Vinícius (Everson), Zé Rafael; Edigar Junio e Gilberto (Élber)Técnico: Enderson Moreira.

Cartões amarelos: Léo, Gum, Aírton e Sornoza (Fluminense); Gregore e Élber (Bahia)

Gols: Pedro, 20’/1ºT (1-0); Edigar Junio, 35’/2ºT (1-1)

Público: 15.461 pagantes e 16.548 presentes

Renda: R$ 392.845,00