Como era previsível, o Defensor – que precisava reverter uma desvantagem de dois gols- saiu para o ataque e conseguiu o primeiro escanteio antes do segundo minuto de jogo, mas o Fluminense respondeu com uma arrancada de Ayrton Lucas que foi derrubado na lateral da área. Sornoza levantou a bola na área e Gilberto cabeceou para fora, aos três minutos. Logo depois, o Tricolor das Laranjeiras atacou em velocidade e quase marcou o primeiro gol. Matheus Alessandro arrancou pela esquerda e tocou para Pedro que chutou para a conclusão de Matheus Alessandro, mas Reyes fez grande defesa.

Depois disso, o jogo seguiu equilibrado, mas a equipe carioca era mais agressiva. Aos 18 minutos, Gum cabeceou no travessão, mas o árbitro invalidou o lance, marcando impedimento. Dois minutos depois, Aos 20 minutos, Ayrton Lucas fez ótima jogada pela esquerda, se livrando de três marcadores, e a bola sobrou para Sornoza que chutou para fora.

O Defensor encontrava dificuldades para penetrar na defesa tricolor e apelava para os chutes de longa distância, sem levar perigo ao gol de Júlio César. Aos 25 minutos, o volante Airton sentiu um problema muscular e foi obrigado a deixar o gramado para Richard entrar em seu lugar. O jogo seguiu morno com poucos momentos de emoção nas duas áreas. Aos 32 minutos, Matheus Alessandro tentou uma jogada individual, se livrou da marcação, mas o goleiro Reyes saiu com precisão do gol e afastou o perigo.

O time do técnico Marcelo Oliveira seguia ligeiramente melhor em campo e aos 35 minutos, após cruzamento de Ayrton Lucas, Jadson dominou e chutou com grande perigo para o gol defendido por Reyes. Aos 37, Piquerez chutou forte e Júlio César defendeu. Logo depois, o goleiro tricolor voltou a trabalhar quando Piquerez arriscou de novo e Júlio César defendeu com dificuldade, espalmando para escanteio.

No último ataque da primeira etapa, aos 44 minutos, os uruguaios reclamaram a marcação de um pênalti quando a bola bateu no braço de Ibañez, dentro da área, mas o árbitro nada viu de irregular no lance e os primeiros 45 minutos de partida terminaram com o placar inalterado.

DEFENSOR MELHORA NA ETAPA FINAL, MAS PEDRO DECIDE

O Fluminense voltou mais agressivo para o segundo tempo. Logo aos três minutos, Sornoza investiu pelo meio e bateu para ótima defesa de Reyes. Alguns minutos depois, o Tricolor das Laranjeiras desperdiçou outra boa chance quando Ayrton Lucas subiu pela esquerda e errou o passe, quando Pedro e Matheus Alessamdro esperavam dentro da área.

Precisando da vitória, o time da casa respondeu aos seis minutos quando Rabuñal mandou a bomba e Júlio César fez grande defesa. O goleiro tricolor voltou a salvar novamente aos 15 minutos depois de forte chute de López, da entrada da área. Acuado em seu campo, o Flu não conseguia sair da defesa e Júlio César aparecia como o melhor jogador da equipe. Aos 18 minutos, o Defensor voltou a desperdiçar outra chance para marcar quando Gum cortou com defeito e López , dentro da área, mandou por cima.

Percebendo a melhora do adversário, Marcelo Oliveira colocou Everaldo no lugar de Matheus Alessandro, mas o Defensor seguiu mandando na partida. Aos 28 minutos, após boa troca de passes, Sornoza descobriu Gilberto inteiramente livre na área, mas o lateral concluiu por cima do travessão. O Tricolor se animou após o lance e marcou o primeiro gol aos 32 minutos.

Após confusão na área, a bola sobrou para Gilberto que tocou para Pedro. O artilheiro, com um toque de categoria, encobriu o goleiro uruguaio para colocar a bola nas redes: Fluminense 1 a 0. Depois de sair em vantagem, o Tricolor das Laranjeiras passou a atuar com mais tranquilidade, aproveitando os espaços concedidos pelo adversário desesperado para criar novos momentos de perigo para o gol de Reyes.

Nos minutos finais, a equipe carioca apenas tocou a bola diante de um adversário que não mostrou capacidade para mudar a história da partida. Agora, antes de duelar com o Deportivo Cuenca-EQU, o Fluminense volta a campo para jogo da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o América-MG, no domingo (19), às 19h, no Estádio Independência.

Fluminense (2) 1×0 (0) Defensor-URU

Copa Sul-Americana, Segunda fase – Jogo 2

Local: Estádio Luis Franzini, em Montevidéu (Uruguai)

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Carlos Astroza (CHI) e José Retamal (CHI)

Defensor: Reyes; Martín Correa (Cristóbal), Maulella, Nicolás Correa e Goñi (Rivero); Mathías Suárez, Rabuñal, Cardacio e Pablo López; Piquerez (Boselli) e Navarro. Técnico: Eduardo Acevedo.

Fluminense: Júlio César; Ibañez, Gum e Digão ; Gilberto, Aírton(Richard), Jadson(Mateus Norton) , Sornoza e Ayrton Lucas; Matheus Alessandro(Everaldo) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.

Gol: Pedro – Fluminense (32’/ 2º tempo)

Cartões amarelos: Nicolás Correa, Cardacio, Mathias Suárez e Rivero (Defensor Sporting); Airton e Ayrton Lucas (Fluminense).

Cartões vermelhos: Não houve.