Portugal fica no empate com o Irã e encara o Uruguai nas oitavas

Estão definidos os dois primeiros duelos de oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Na tarde desta segunda feira (25), em partida marcada pela participação efetiva do árbitro de vídeo, a seleção portuguesa empatou com os iranianos por 1 a 1, e garantiu a segunda colocação do Grupo B. Quaresma, com belo gol, anotou para os lusos enquanto Ansarifard, de pênalti, fez o gol de empate para a seleção do Irã que, por pouco, não conseguiu a vitória.

Com isso, os portugueses irão encarar os uruguaios, que fecharam a primeira fase na liderança do Grupo A. Espanha e Rússia formam o outro confronto.

CHUTAÇO DE QUARESMA MARCA A PRIMEIRA ETAPA 

Os holofotes, como de costume, estavam voltados para Cristiano Ronaldo. O astro lusitano foi ovacionado ao ter seu nome mencionado pelo sistema de som da Arena Mordóvia, em Saransk. E parecia que seria mais um dia de gols e bonitos lances do camisa sete português. Logos aos dois minutos de jogo, Ronaldo recebeu pela esquerda, se livrou da marcação e finalizou para a defesa do goleiro iraniano.

Apesar de Amiri ter ameaçado, a seleção iraniana jogava recuada. A marcação alta e presença constante no campo ofensivo rendia chances aos portugueses. A primeira grande chance do jogo veio nos pés de João Mário. Após desentendimento entre zagueiro e goleiro do Irã, a bola sobrou para o meio que chutou por cima.  Só aos poucos a defesa persa foi se acertando. Quando ajustou a marcação, mesmo não conseguindo manter a posse de bole, criou mais dificuldade para o ataque português.

Quando a partida caminhava para o final da primeira etapa, coube a Ricardo Quaresma descomplicar um pouco a partida. O atacante acertou um lindo chute de trivela, no melhor estilo Quaresma de ser, para marcar um golaço e abrir o placar: 1 a 0.

VAR APARECE E IRÃ AZEDA O CALDO PORTUGUÊS

Portugal teve a chance de aumentar a vantagem logo nos primeiros minutos da segunda etapa quando, aos sete, Cristiano Ronaldo sofreu pênalti, que foi confirmado com o auxílio do árbitro de vídeo. Mas CR7 não foi bem na cobrança e parou em Beiranvand. A marcação da penalidade esquentou o jogo. Eram muitas faltas e cartões. Futebol que é bom mesmo, nada.

Nos minutos finais, o duelo ficou insano. O VAR entrou em ação mais duas vezes, entre elas por reclamação de uma possível agressão de Cristiano Ronaldo no defensor persa, resultado: cartão amarelo para o Gajo. Na outra ocasião, mais um pênalti. Dessa vez para os iranianos, após toque de mão dentro da área portuguesa. Ansarifard foi para a cobrança e deixou tudo igual: 1 a 1.

Um gol classificaria os iranianos, que foram com tudo para cima. Mehdi teve a bola do jogos nos pés, mas mandou na rede pelo lado de fora. No fim, alívio para os portugueses e choro para os iranianos, que deram mais uma prova de valentia nesta Copa do Mundo.

Irã 1 X 1 Portugal

Local: Arena Mordóvia – Saransk (RUS)

Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)

Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR)

Irã: Beiranvand; Ramin, Hosseini, Pouraliganji e Haji Safi (Mohammadi); Ezatolahi (Ansarifard), Jahanbakhsh (Ghoddos), Mehdi, Omid e Amiri; Sarda. Técnico: Carlos Queiroz

Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, Fonte e Raphael Guerreiro; William, Adrien, Quaresma (Bernardo Silva) e João Mário; Cristiano Ronaldo e André Silva (João Moutinho) Técnico: Fernando Santos

Cartões amarelos: Haji Safi e Sardar (Irã); Raphael Guerreiro, Quaresma, Cristiano Ronaldo e Cédric (Portugal)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Quaresma – Portugal (44’/1º tempo) e Ansarifard – Irã (47’/2º tempo)

Público: 41.685 pessoas