Elenco celebra um dos gols da vitória do Rio sobre Pernambuco | Úrsula Nery/Agência Ferj

Rio goleia PE e avança às semifinais da Copa de Seleções Estaduais Sub-20

Após um início titubeante, no qual parecia oferecer condições para uma vitória fácil de Pernambuco, a seleção do Rio de Janeiro mostrou poder de reação, venceu a adversária por 3 a 0, na tarde deste sábado, em Moça Bonita, e garantiu classificação para as semifinais da Copa de Seleções Estaduais Sub-20, promovida pela CBF. Assim como o time da casa, os pernambucanos também estavam invictos nas competição, com 100% de aproveitamento.

O Rio deu um basta no adversário e a reviravolta aconteceu logo depois dos dez minutos do primeiro tempo. Os chutes quase certeiros de Alexandre Júnior, artilheiro da seleção carioca com três gols até então, animaram a partida e levaram a equipe para o ataque. Em um escanteio batido por Capixaba, o capitão Wembley abriu o placar aos 21 minutos.

Em seguida, e em um outro cruzamento, feito pelo artilheiro Alexandre, Brenner quase fez um gol de placa, mas a bola bateu no travessão. E as chances do Rio não pararam por aí. Em um contra-ataque da seleção fluminense, Jacozinho chegou a marcar, mas estava impedido. Foram inúmeras as chances, mas, na primeira etapa, o time do Rio só conseguiu fazer um gol de bola parada e o Pernambuco nem teve tempo para respirar.

Na volta para o segundo tempo, o técnico do Pernambuco, Levi Gomes, fez duas alterações na equipe para dar mais movimentação ao time. E a estratégia não funcionou. Mais um gol do time fluminense, que saiu dos pés do artilheiro Alexandre Júnior aos 13 minutos. Foi o quarto dele na competição.

Levi fez mais uma substituição que não surtiu efeito  nenhum resultado para Pernambuco. Jacozinho quase marcou de novo, mas o placar não queria sair do dois a zero, até o juiz marcar pênalti para o Rio de Janeiro. Carrera foi derrubado na área e Jacozinho, merecidamente, cobrou e marcou o terceiro gol da equipe da casa, aos 25 minutos.

Israel, técnico do Rio, queria mais. À beira do campo, incentivava os jogadores e cobrava mais de atitude. Finalmente, o time do Nordeste teve uma excelente chance de fazer o esperado gol de honra, em um pênalti cobrado por João Vitor. Mas o dia era mesmo dos cariocas. O goleiro Phillipe brilhou ao pegar o chute do adversário.

Logo em seguida, depois de perder o pênalti, João Vitor deu uma entrada dura em Gabriel, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Nesta competição, os técnicos podem fazer até cinco substituições. Levi fez todas que tinha direito e a única que surtiu algum efeito foi a entrada do Robinho Love. Ele deu mais movimentação ao time de Pernambuco e foi o destaque da equipe.

Pelo Rio, Israel também fez as cinco substituições, mas a partida terminou em três a zero para os donos da casa. Agora, os fluminenses enfrentam na semifinal o vencedor da partida entre Paraná e Mato Grosso, que acontece neste domingo, também em Moça Bonita. A semifinal vai ser na quarta-feira, dia 13, e ainda não há local definido. Há, no entanto, duas opções mais prováveis: o Estádio De Los Lários, em Duque de Caxias, às 20h, ou novamente em Moça Bonita, às 16h.