Rússia volta a jogar bem, vence o Egito e fica perto da vaga na próxima fase

Com um gol contra contra de Fathi, Cheryshev entrando na briga pela artilharia e um golaço de Dzyuba, a Rússia venceu o Egito por 3 a 1 na tarde desta terça-feira (19), em São Petersburgo, na abertura da segunda rodada do Grupo A e quebrou um tabu que já estava perto de completar 50 anos. (desde 1970 quando ainda era União Soviética a Rússia não vencia dois jogos seguidos em uma Copa do Mundo). De pênalti, Salah descontou para os egípcios.

Com este resultado, a Rússia praticamente garantiu a sua classificação para as oitavas de final da competição e de quebra, deixou o Egito muito perto da eliminação antes mesmo da terceira rodada desta primeira fase. Agora, os dois times dependem do resultado do jogo entre Uruguai e Arábia Saudita que acontece nesta quarta-feira para saber o que vai acontecer.

Se o Uruguai vencer ou empatar, junto com a Rússia, se garante nas oitavas de final com uma rodada de antecedência, deixando sauditas e egípcios a ver navios. Vitória da Arábia Saudita mantém acessa as esperanças do Egito.

A etapa inicial até começou um pouco movimentada e o Egito deu um certo calor para os russos no início do jogo, mas a Rússia conseguiu responder. A maioria das chances dos donos da casa, inclusive, foi com jogadas de bola aérea, porém, quase nenhuma assustou o goleiro El Shenawy. Bem marcado, Salah não apareceu tanto nos 45 minutos iniciais, mas chegou a dar um chute perigoso para o gol de Akinfeev.

No segundo tempo, finalmente a emoção entrou em campo. Logo no primeiro minuto, a Rússia abriu o placar com um gol contra de Fathi, depois de chute de Zobnin: 1 a 0 e muita festa em São Petersburgo. Aos 13, Mário Fernandes chegou na área egípcia, ganhou da marcação e cruzou rasteiro para encontrar Cheryshev sozinho. O camisa seis só escorou para o fundo das redes e entrou e vez na briga pela artilharia da Copa do Mundo com três gols, assim como Cristiano Ronaldo.

Três minutos depois, um golaço. Dzyuba recebeu lançamento de Mário Fernandes, matou bonito no peito, tirou o marcador com apenas um toque e bateu para o gol do Egito: 3 a 0 e vaga na próxima fase praticamente garantida. Por fim, Salah sofreu pênalti aos 26. Ele mesmo bateu e converteu para fechar o placar do duelo.

A terceira rodada do Grupo A será realizada na próxima segunda-feira (25), com os dois jogos acontecendo às 11h. Enquanto Rússia e Uruguai se enfrentarão em Samara, Arábia Saudita e Egito medirão forças em Volgogrado.

Rússia 3×1 Egito

Local: Arena Zenit, em São Petersburgo (RUS)

Árbitro: Enrique Caceres (PAR)

Auxiliares: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR)

Rússia: Akinfeev; Mario Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zhirkov (Kudriashov); Samedov, Zobnin, Golovin, Gazinskii e Cheryshev (Kuziaev); Dzyuba (Smolov). Técnico: Stanislav Cherchesov.

Egito:El Shemany; Fathi, Ali Gabr, Hegazy e Abdelshafy; Trezeguet (Sobhy), Elneny (Warda), Tarek Hamed e Salah; Mohsen (Kharaba). Técnico: Hector Cúper.

Gols: Fathi -Egito (contra 01’/ 2º tempo); Cheryshev – Rússia (13’/ 2º tempo), Dzyuba – Rússia (16’/ 2º tempo) e Salah – Egito (27’/ 2º tempo).

Cartões amarelos: Trezeguet (Eigot) e Smolov (Rússia).

Cartões vermelhos: Não houve

Público: 64.468 pagantes.