Série B1: Americano e Friburguense medem forças por vaga na grande final

Chegou a hora. Nesta quarta-feira (4), o Americano recebe o Friburguense, no Ângelo de Carvalho, pela semifinal da Taça Santos Dumont, o primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca. Em jogo único, como prevê o regulamento, o Alvinegro do Parque Tamandaré, por ter feito a melhor campanha do primeiro turno, não só tem o mando de campo, mas também a vantagem de jogar pelo empate.

Os donos da casa entrarão em campo com um incrível retrospecto a favor: são sete vitórias nos últimos sete jogos. Além de melhor campanha, o Cano possui o melhor ataque e o artilheiro da competição, Maikon Aquino com oito gols. Mas para o comandante da equipe de Campos, Josué Teixeira, o momento favorável fica de fora quando a bola começa a rolar.

– Não vamos mudar nossa forma de jogar. Continuaremos a respeitar todos os nossos adversários e não entraremos em campo para jogar por empate. Sabemos que temos a vantagem, mas não podemos acomodar, pois a história mostra muitos clubes perdendo vantagens em jogos decisivos. Jogar em casa é importante, mas temos que fazer nosso papel para buscar a classificação – disse o treinador ao site oficial do clube.

Do lado do Tricolor da Serra, o clima é de tranquilidade. O técnico Cadão reconhece a importância da vantagem do Americano, mas garante que a equipe tem condições de buscar a vitória e, consequentemente, a vaga na final.

– O primeiro lugar não deixa de ser uma vantagem grande, pelo fato de jogar em casa e com a vantagem do empate. Sabemos que precisamos fazer gols, e teremos que montar uma estratégia em cima disso, sem descuidar da defesa. São apenas dois dias para recuperar os jogadores para mais um jogo difícil, uma verdadeira batalha – avaliou o comandante do Friburguense.

Quem avançar a final encara o vencedor de Tigres e America, que também se enfrentam na tarde desta quarta feira, às 15 horas, em Los Larios.