Suíça vence a Sérvia de virada e Brasil lidera Grupo E da Copa

Xhaka marcou um belíssimo gol na vitória da Suíça por 2 a 1 sobre a Sérvia | Getty Images

Com grande atuação de Xhaka e Shaqiri – seus principais jogadores- a Suíça venceu a Sérvia, de virada, por 2 a 1, na tarde desta sexta-feira (22), no Estádio de Kaliningrado, em duelo válido pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia e deixou o Brasil na liderança da chave, com quatro pontos somados.

Com o triunfo suíço, o Grupo E ficou totalmente embolado e três seleções são postulantes a duas vagas nas oitavas de final. O Brasil está na liderança da chave, com os mesmo quatro pontos da Suíça, mas leva vantagem no saldo de gols (dois contra um) e fica a um empate de carimbar sua classificação. No entanto, caso isso aconteça, corre o risco de perder o primeiro lugar no grupo, se a Suíça, que pode até empatar, derrotar a já eliminada Costa Rica. Já a Sérvia, fica com três, porém, na última rodada encara a seleção brasileira e só uma vitória, a classifica.

A partida teve dois tempos distintos. A Sérvia foi melhor na etapa inicial, enquanto a Suíça tomou conta dos 45 minutos finais do confronto. Com uma boa atuação de Mitrovic, os sérvios ficaram na frente do placar logo aos quatro minutos, quando Tadic recebeu na ponta direita do ataque e cruzou na cabeça de Mitrovic, que subiu mais que a defesa e cabeceou para o fundo das redes: Sérvia 1 a 0. Com a vantagem no placar, os sérvios poderiam ter aumentado, mas perderam boas oportunidades, principalmente com seus atacantes, que infernizava a defesa rival.

No segundo tempo, os suíços entraram mais ligados e organizados em campo, principalmente na defesa e explorando bem a velocidade nos contra-ataques. Aos seis minutos, após um contra-ataque rápido, Shaqiri bateu forte e a bola explodiu na zaga. Na sobra, Xhaka, de fora da área, chutou forte no canto, sem chances de defesa e empatou a partida: 1 a 1. Seguindo melhor em campo, a Suíça foi premiada com a virada já nos acréscimos. Aos 46, Shaqiri recebeu um lançamento longo de Xhaka, entrou sozinho na grande área e tocou com categoria na saída do goleiro: 2 a  e fim de partida.

A rodada decisiva do Grupo E acontece na próxima quarta-feira (27), às 15h (horário de Brasília). O Brasil encara a Sérvia, em Moscou, enquanto a Suíça enfrenta a Costa Rica, em Nizhny Novgorod.

Sérvia 1×2 Suíça

Local: Kaliningrado Stadium, Kaliningrado (RUS)

Árbitro: Felix Brych (ALE)

Auxiliares: Mark Borsch (ALE) e Stefan Lupp (ALE)

Sérvia: Stojkovic; Ivanovic, Milenkovic, Tosic e Kolarov; Matic e Milivojevic (Radonjic); Tadic, Milinkovic-Savic e Kostic (Ljajic); Mitrovic. Técnico: Mladen Krstajic.

Suíça: Sommer; Lichtsteiner, Schar, Akanji e Ricardo Rodríguez; Behrami, Xhaka e Dzemaili (Embolo); Shaqiri, Zuber (Drmic) e Seferovic (Gavranovic). Técnico: Vladimir Petkovic.

Cartões amarelos: Mitrovic, Matic, Milivojevic e Milinkovic-Savic (SER);  Shaqiri (SUI)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Mitrovic – Sérvia (05’/1º tempo); Xhaka – Suíça (07’/2º tempo) e Shaqiri – Suíça (44’/2º tempo)

Público: 33.167 torcedores