Thiago Amaral marca e Portuguesa vence o Vasco no Giulite Coutinho

Depois da classificação à fase de grupos da Libertadores, o Vasco voltou suas atenções para a Taça Rio. Mas a estreia no segundo turno do Campeonato Carioca na tarde deste domingo (25), não foi das melhores. Com um time alternativo e a estreia de Giovanni Augusto, faltou ritmo, entrosamento e criatividade ao Cruz-Maltino para superar a Portuguesa no estádio Giulite Coutinho. Dessa forma, com gol de Tiago Amaral na primeira etapa, a Lusa venceu o adversário pelo placar mínimo, quebrou um jejum de 54 anos sem vencer o Gigante da Colina e assumiu a vice-liderança do Grupo C.

Apesar de ter mais posse de bola e ser superior nas finalizações na etapa inicial, o Vasco teve dificuldades para encurtar os espaços. Faltou criatividade e apertar a marcação no campo de ataque para levar mais perigo à defesa da Portuguesa, que, com menos volume de jogo, foi mais objetiva e precisa do que o time de Zé Ricardo. A Lusa chegou ao gol após cobrança de escanteio: Maicon Assis, Marcão e Adriano tocaram na bola antes de ela chegar a Tiago Amaral, que mandou para a rede aos 29 minutos e abriu o placar do duelo no Giulite Coutinho.

Na etapa final, o Vasco continuou dominando as ações da partida, mas sem organização. O Crumaltino jogou grande parte do segundo tempo próximo à área da Portuguesa, sempre chegando, mas sem finalizar com perigo ao gol. O atacante Riascos não apareceu como na primeira etapa e a melhor chance foi em uma cobrança de falta de Fabricio aos sete minutos. A Portuguesa, jogando no contra-ataque, esteve mais perto de ampliar e saiu do dulo com a vitória por 1 a 0.

Esta foi a primeira partida do Vasco na Taça Rio de 2018. Na primeira rodada, no meio da semana, o time disputava o jogo de volta contra o Jorge Wilstermann-BOL, pela Pré-Libertadores. Por isso, não soma nenhum ponto no Grupo B. O duelo contra o Macaé, válido pela primeira rodada, será realizado na próxima quinta-feira (01), às 19h30, em São Januário.

A Portuguesa ganhou sua segunda partida consecutiva – havia vencido o Volta Redonda na estreia por 2 a 0 e com seis pontos, é a segunda colocada do Grupo C, atrás apenas do Fluminense.

Giovanni Augusto fez sua estreia coma camisa do Vasco na derrota para a Portuguesa | Paulo Fernandes (CRVG)

Portuguesa 1×0 Vasco

Estádio Giulite Coutinho (Rio de Janeiro)

Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga

Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Gilberto Stina Pereira

Portuguesa: Milton Raphael; Adriano, Luan, Marcão e Diego Maia; Muniz e Jhonnatan; Maicon Assis (Emerson), Romarinho (Philip) e Sassá (Ygor); Tiago Amaral. Técnico: João Carlos Ângelo.

Vasco: Gabriel Félix; Rafael Galhardo (Luiz Gustavo), Werley, Erazo e Fabrício; Bruno Paulista (Caio Monteiro) e Andrey; Giovanni Augusto, Thiago Galhardo (Paulo Vitor) e Rildo; Riascos. Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Bruno Paulista, Thiago Galhardo e Erazo (Vasco); Tiago Amaral, Maicon Assis e Luan (Portuguesa)

Cartões vemelhos: Não houve

Gols: Tiago Amaral – Portuguesa (29/1º tempo)

Público e Renda: Não foram divulgados