Vasco bate o São Paulo, volta a vencer e respira no Campeonato Brasileiro

Andrey marcou o primeiro gol da vitória vascaína sobre o São Paulo | Rafael Ribeiro (Vasco.com.br)

O Vasco deu, na noite desta quinta-feira (22), um passo muito importante para permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro em 2019. Depois de três partidas sem vencer, o Cruzmaltino bateu o São Paulo por 2 a 0, em São Januário, e respirou na luta contra o rebaixamento. Andrey, no primeiro tempo, e Yago Pikachu, nos acréscimos, marcaram os gols do confronto válido pela 36ª rodada da competição nacional.

O triunfo colocou o Vasco na 14ª colocação, com 42 pontos, quatro acima do grupo das quatro piores equipes da competição, que tem o Sport com 38 pontos como primeiro.

GOL DE ANDREY ALIVIA TENSÃO NO INÍCIO

O Vasco foi melhor do que o São Paulo na etapa inicial. E isso não significa que o Cruzmaltino tenha feito uma grande atuação em São Januário. Os times tiveram um rendimento bastante ruim nos primeiros minutos, principalmente no ataque, mas os cariocas chegaram ao gol aos 17 minutos, quando em um erro paulista na saída de bola do São Paulo, Andrey bateu no canto esquerdo de Jean e abriu o placar: Vasco 1 a 0, para alegria dos torcedores presentes na Colina Histórica.

Atrás no placar, o Tricolor procurou Nenê para tentar reagir, mas o meia, bem marcado, pouco fez. Os números resumiram a fraca exibição do time: foram 16 cruzamentos e apenas uma finalização nos 45 minutos inicias de partida.

FERNANDO MIGUEL SEGURA O RESULTADO E PIKACHU AMPLIA NO FIM

O São Paulo voltou do intervalo mais incisivo e quase empatou aos três minutos, quando Reinaldo chutou com perigo à esquerda de Fernando Miguel. O Vasco recuou muito à espera dos contra-ataques e André Jardine aproveitou para reforçar a criação com a entrada do garoto Shaylon na vaga do volante Hudson. Nenê, aos 23, por muito pouco não igualou o placar em cobrança de falta. Na sequência, Jardine ainda colocou os novatos Pedro Bortoluzo e Antony, mas a dificuldade na criação continuou diante de um Vasco forte na marcação. Aos 42, Fernando Miguel fez linda defesa em cabeceio de Rodrigo Caio e evitou o empate. No fim, aos 49, Yago Pikachu tabelou com Maxi López e fez o segundo, ao bater rasteiro, sem chances para Jean e para delírio da torcida cruzmaltina: Vasco 2 a 0.

Com o resultado, as chances de seguir na elite do futebol brasileiro em 2019 são grandes, mas os dois últimos jogos são complicados. O time recebe no próximo domingo (25), o quase campeão Palmeiras, às 17h e visita na rodada final o também ameaçado Ceará.

Vasco 2×0 São Paulo

Estádio de São Januário (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Anderson Daronco (RS/FIFA)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Werley (Oswaldo Henríquez), Leandro Castán, Henrique; Leandro Desábato (Willian Maranhão), Andrey, Yago Pikachu, Thiago Galhardo, Kelvin (Caio Monteiro); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

São Paulo: Jean; Bruno Peres, Arboleda, Rodrigo Caio, Reinaldo; Jucilei, Hudson (Shaylon), Helinho (Antony), Nenê, Éverton; Tréllez (Pedro). Técnico: André Jardine.

Cartões amarelos: Leandro Desábato e Luiz Gustavo (Vasco) e Hudson, Rodrigo Caio, Antony e Bruno Peres (São Paulo)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Andrey – Vasco (17’/1º tempo) e Yago Pikachu – Vasco (49’/2º tempo)

Público: 14.426 pagantes e 14.917 presentes

Renda: R$ 354.345,00