Vasco é derrotado pelo Sport e segue sem vencer fora de casa

Derrota fora de casa pode reaproximar o Vasco da zona de rebaixamento ao fim da 30ª rodada | Carlos Gregório Júnior (Vasco.com.br)

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Vasco foi derrotado pelo Sport por 2 a 1 na noite deste sábado (20), na lha do Retiro, em duelo que teve gol anulado e pênalti marcado pelo árbitro adicional. Os donos da casa começaram na frente, com gol de Mateus Gonçalves, viram os visitantes empatarem com Fabrício e colocaram números finais no placar com Claudio Winck.

Com a derrota, o Gigante da Colina permaneceu na décima quarta colocação da tabela de classificação da competição com 34 pontos e em caso de vitórias de Ceará e Chapecoense neste domingo (21), pode terminar a 30ª rodada do Brasileiro à beira da zona de rebaixamento.

PRIMEIRO TEMPO DE POUCAS CHANCES E IGUALDADE NO PLACAR

O Sport, desesperado na luta contra o rebaixamento, se lançou ao ataque na primeira etapa e tentou pressionar o Vasco, que também não vive situação tranquila na tabela de classificação. O time comandado pelo técnico Milton Mendes criou chances, acertou a trave e finalizou perto do gol, até que Mateus Gonçalves fez ótima jogada individual e abriu o placar em chute da entrada da área, sem dar chances para Fernando Miguel: 1 a 0 para os donos da casa, aos 24 minutos. O Vasco, então, teve de sair para o ataque e não demorou a empatar. Aos 39, Fabrício aproveitou sobra de bola na pequena área, driblou o goleiro Mailson e empurrou para o fundo das redes: 1 a 1 na Ilha do Retiro e fim da primeira etapa.

SEGUNDA ETAPA BASTANTE MOVIMENTADA E  MUITO TRABALHO DO ÁRBITRO ADICIONAL

Depois de 45 minutos sem tanta animação, Sport e Vasco aumentaram o ritmo e protagonizaram um segundo tempo agitado na Ilha do Retiro. Os donos da casa pressionaram e conseguiram o segundo gol com Claudio Winck, aos 23 minutos. Depois, ainda marcaram novamente com Andrigo, mas o lance foi anulado pelo árbitro adicional de linha de fundo, que viu a posição irregular – o jogador realmente estava adiantado.

Mais perto do fim e aproveitando os espaços deixados pelo Vasco para contra-ataques, o Sport ganhou mais uma chance para ampliar o placar. Gabriel recebeu ótimo lançamento e foi derrubado dentro da área por Giovanni Augusto. O árbitro não viu falta, mas mais uma vez o mesmo assistente avisou claramente: “Foi pênalti!”. E o mesmo Gabriel bateu, mas Fernando Miguel pegou dando números finais ao confronto.

Agora, o Vasco encara o Internacional, na próxima sexta-feira (27), 21h30, em São Januário, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sport 2×1 Vasco

Ilha do Retiro (Recife – PE)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

Sport: Mailson; Cláudio Winck, Adryelson, Ernando e Sander; Marcão, Jair, Gabriel, Michel Bastos (Nonoca) e Mateus Gonçalves (Andrigo); Hernane (Rogério). Técnico: Milton Mendes.

Vasco: Fernando Miguel; Rafael Galhardo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Desábato (Bruno Cosendey), Bruno Ritter (Giovanni Augusto), Willian Maranhão, Yago Pikachu (Ríos) e Fabrício; Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

Cartões amarelos: Rafael Galhardo, Leandro Castán, Giovanni Augusto (Vasco)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Mateus Gonçalves (24’/1º tempo); Fabricio (39’/1º tempo); Cláudio Winck (23’/2º tempo)

Público:13.860 presentes

Renda: R$86.355.00