Vasco faz quatro no Concepción e põe os pés na próxima fase da Libertadores

Em atuação do gala o Vasco fez 4 a 0 no Universidad Concepción e ficou perto da vaga na terceira fase da Libertadores | Carlos Gregório JR (CRVG)

Foi tranquilo e com certa facilidade. Até o mais pessimista torcedor vascaíno se animou com a vitória por 4 a 0 – que praticamente coloca o Gigante da Colina na próxima fase – sobre o Universidad Concepción, na noite desta quarta-feira (31), no Estádio Municipal de Concepción, no Chile, em duelo válido pela segunda fase da Libertadores de 2018.

Os gols de Evander, duas vezes, Yago Pikachu e Rildo fizeram com que o adversário chileno não fosse páreo para o Vasco, que aplicou sua maior goleada, fora de casa, em um jogo de Libertadores. O time do técnico Zé Ricardo e Universidad de Concepción voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (07), em São Januário, às 21h45 e o Cruzmaltino pode até perder por três gols de diferença para ir à terceira fase da competição continental.

A partida começou de uma forma muito melhor do que imaginou qualquer torcedor vascaíno. Logo aos dois minutos, em jogada rápida de ataque, Andrés Ríos tocou para Wellington, o volante ajeitou para Paulinho, que de primeira, tocou de calcanhar para Evander bater com categoria e abrir o placar: Vasco 1 a 0. Pouco exigido pelos donos da casa, que tinham apenas uma jogada: ir a linha de fundo e cruzar para o centroavante Santiago Silva, o Vasco marcou mais uma vez com Evander, aos 15 minutos. O camisa 10 aproveitou falha do goleiro Cristián Muñoz, que saiu jogando errado, e chutou quase do meio de campo para ampliar a vantagem do Vasco, que foi para o vestiário com uma boa vantagem no marcador.

Evander fez dois gols e teve atuação de destaque na vitória do Vasco sobre os chilenos | Carlos Gregório Jr (CRVG)

Com o placar de 2 a 0 a favor, o Gigante da Colina voltou do intervalo mais relaxado e chegou a dar espaços para os chilenos, que não souberam aproveitar. No fim, com o adversário desgastado fisicamente e muito espaço para conta-ataques, o Vasco marcou mais duas vezes. Aos 33 minutos, Rildo recebeu a bola na esquerda e cruzou rasteiro. O goleiro Cristián Muñoz, porém, resolveu ajudar e soltou nos pés de Pikachu, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes: Vasco 3 a 0. Três minutos depois, em ótimo contra-ataque, Thiago Galhardo tocou para Rildo, que avançou, ficou cara a cara com o goleiro e marcou o quarto gol do Cruzmaltino, dando números finais ao confronto.

Agora, antes do jogo de volta a equipe do técnico Zé Ricardo enfrenta o Bangu, no próximo domingo (04), às 17h, em São Januário, em duelo válido pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, para tentar se classificar às semifinais.

Universidad Concepción 0x4 Vasco

Estádio Municipal Ester Roa (Concepción)

Árbitro: Leodan González (URU)

Assistentes: Carlos Patorino (URU) e Carlos Barreiro (URU)

Universidad Concepción: Muñoz; Berríos, Martínez, Mencia e De la Fuente; Camargo (Meneses), Manríquez (Portillo), Morales e Droguett; Huntelaf (Pineda) e Santiago Silva. Técnico: Francisco Bozán.

Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Ricardo Graça, Erazo e Henrique; Desábato, Wellington, Evander (Thiago Galhardo) e Wagner (Rildo); Paulinho e Andrés Rios (Riascos). Técnico: Zé Ricardo.

Cartões amarelos: Portillo e Droguett (Concepción); Ricardo Graça, Desábato e Wellington (Vasco)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Evander – Vasco (2/1º tempo); Evander – Vasco (15/1º tempo); Yago Pikachu – Vasco (34/2º tempo); Rildo – Vasco (36/2º tempo)

Público: 11.455 pagantes

Renda: não divulgada