Vasco goleia Jorge Wilsterman e fica perto da fase de grupos da Liberta

Paulão marcou o primeiro gol da vitória do Vasco por 4 a 0 sobre o time boliviano | Paulo Fernandes (CRVG)

A quarta-feira é o dia que encerra o carnaval e por isso é chamada de “quarta-feira de cinzas”. Contudo, para o Vasco, que venceu o Jorge Wilsterman, da Bolívia, esta noite (14) por 4 a 0 no Estádio de São Januário em duelo válido pela terceira fase da Copa Libertadores da America de 2018 a data não teve nada de cinzenta. Pelo contrário, serviu para deixar o Gigante da Colina ainda mais próximo da fase da grupos da competição mais importante do continente.

Jogando em casa,  o Vasco começou a partida sabendo que precisava fazer o resultado e que não podia levar gols. Com apenas uma mudança em relação ao time que despachou o Universidad Concepción, do Chile, na última semana: Paulão no lugar do suspenso Erazo, o Cruzmaltino partiu para cima da equipe boliviana.

Logo aos cinco minutos o time da Colina Histórica chegou primeira vez ao ataque.Henrique fez boa jogada pela ponta esquerda, se livrou dos marcadores e cruzou para Evander que chutou de primeira, mas não pegou bem na bola e mandou por cima do travessão. No minuto seguinte, Wagner arriscou chute forte de fora da área e parou em boa defesa do arqueiro adversário, Arnaldo Giménez.

Com domínio total nos primeiros quinze minutos de partida, o Vasco chegou ao seu primeiro gol aos 18 minutos. Evander cobrou falta para dentro da área, Ricardo desviou de cabeça e o goleiro defendeu. No rebote, Paulão mandou para o fundo das redes: 1 a 0 para Gigante e festa em São Januário. Mesmo depois de sair na frente o Vasco se manteve como o senhor do jogo, enquanto o Wilstermann ficou totalmente encolhido.

Aos 40 minutos, o segundo. Após cruzamento de Evander, a zaga cortou o perigo. Wellington pegou o rebote e a bola quicou dentro da área, Paulinho desviou de cabeça por cima do goleiro e fez 2 a 0 para o Vasco, em um lance estranho, mas que ampliou a vantagem cruzmaltina.

SEGUNDO TEMPO: WILSTERMAN MAIS ABERTO; CONTRA-ATAQUES PARA O VASCO

Depois de um primeiro tempo sem chutes a gol o técnico Álvaro Peña fez uma mudança tática em sua equipe, que voltou para o segundo tempo mais aberta e mais ofensiva, porém dando generosos espaços para que o Vasco tivesse contra-ataques a seu favor.

Percebendo que a equipe adversária estava mais disposta a atacar na etapa final, mas que dava espaços para o time da casa contra-atacar, Zé Ricardo mandou a campo os atacantes Riacos e Rildo, resultado final: mais dois gols para o Vasco.

Aos 42, Gol de Yago Pikachu. Riascos deu passe para o lateral, que mandou um forte chute cruzado para vencer o goleiro Giménez e fazer o terceiro. Seis minutos depois, Thiago Galhardo cruzou na medida e Rildo fez de cabeça: 4 a 0 para Vasco, que goleou e colocou a mão na vaga.

Agora, o time carioca tem uma semana de descanso para voltar a enfrentar o Jorge Wilsterman, na próxima quarta-feira (21), em Sucre, na Bolívia, a 2810m acima do nível do mar e garantir sua vaga no Grupo C da Libertadores ao lado de Cruzeiro, Racing-ARG e Universidad de Chile.