Vasco sofre contra o Nova Iguaçu, mas vence a primeira no Estadual

Depois da derrota por 2 a 0 para o Bangu, na estreia do Campeonato Carioca, na última quinta-feira (18), o Vasco conseguiu sua primeira na vitória na Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual, na tarde deste domingo (21), em São Januário. Sob os olhares do novo presidente, Alexandre Campello, eleito na última sexta-feira (19), o Cruzmaltino passou sufoco, mas venceu o Nova Iguaçu por 4 a 2.

Com o triunfo o Vasco assumiu a terceira colocação do Grupo B, com três pontos, enquanto a equipe do Nova Iguaçu permanece com apenas um e em penúltimo. Na próxima rodada, o Gigante da Colina encara a Cabofriense, na quarta-feira (24), às 17h, em Saquarema. No dia seguinte, às 16h30, o Laranja da Baixada recebe o Volta Redonda.

O Vasco começou melhor na etapa inicial, teve mais domínio do jogo, mas foi o Nova Iguaçu que assustou primeiro. Aos oito minutos, Adriano arriscou chute de longe para a bela defesa de Martin Silva. Pouco tempo depois, saiu o primeiro gol. Aos 16, Evander aproveitou cruzamento de Henrique e fez de cabeça: 1 a 0 para o Vasco. Antes que o adversário se recuperasse do golpe, o Cruzlmatino fez o segundo que foi bem parecido com o anterior, mas com a finalização de Andrés Rios.

O Nova Iguaçu voltou melhor para o segundo tempo e aproveitou a queda física do Vasco para empatar, com gols de Murilo Henrique, aos 16 e Bruno Smith, aos 35, e deixar os donos da casa sob pressão. Percebendo o perigo, Zé Ricardo colocou os jovens Paulo Vitor, Caio Monteiro e Andrey em campo. E deu certo, por que aos 38, Andrey roubou a bola do zagueiro e deixou Pikachu de cara para marcar e fazer 3 a 2 Vasco. Já no fim, Aos 45, o próprio Andrey fez o quarto, após cruzamento de Wagner. Fim de partida e três pontos na conta do Gigante da Colina.

Vasco 4×2 Nova Iguaçu

Estádio de São Januário (Rio de Janeiro)

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda

Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira e Daniel de Oliveira Alves Pereira

Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Ricardo Graça, Erazo e Henrique; Wellington (Rafael Galhardo), Desábato (Bruno Paulista) e Evander (Andrey); Wagner, Paulinho (Caio Monteiro) e Andrés Ríos (Paulo Vítor). Técnico: Zé Ricardo.

Nova Iguaçu: Jefferson; Daniel (Wallace), Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Lucas; Paulo Henrique, Caio Cezar (Vinícius Matheus), Jonathan (Vinícius Paquetá), Wescley (Ronan)e Robinho (Bruno Smith); Adriano. Técnico: Edson Souza.

Cartões amarelos: Raphael Azevedo (Nova Iguaçu)

Gols: Evander – Vasco (15/1º tempo); Andrés Ríos – Vasco (27/1º tempo); Murilo Henrique – Nova Iguaçu (16/2º tempo); Bruno Smith – Nova Iguaçu (35/2º tempo); Yago Pikachu – Vasco (35/2º tempo); Andrey – Vasco (42/2º tempo)

Público e renda: portões fechados.