Vasco vence a Chape em casa e se afasta da zona de rebaixamento

Maxi López chegou faz pouco tempo, mas depois do jogo da noite deste domingo (26), já caiu nas graças do torcedor do Vasco. Com duas assistências e um gol, o argentino foi fundamental para a vitória por 3 a 1 contra a Chapecoense, em São Januário, que trouxe um alívio ao clube da Colina Histórica no Brasileiro .

Com 24 pontos e dois jogos a menos, o Gigante da Colina ocupa – depois do triunfo contra os catarinenses- a décima terceira colocação na tabela de classificação ficando a três pontos da zona do rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.

 VASCO PRESSIONA, MAS NÃO CONSEGUE MARCAR NA PRIMEIRA ETAPA

Jogando em casa e com o apoio do torcedor, que compareceu e bom número à São Januário, o Vasco foi melhor no primeiro tempo. Apesar do domínio, o time teve poucas chances. A melhores saíram dos pés de Maxi López. Aos 23 o argentino aproveitou cruzamento de Pikachu e finalizou, mas a zaga bloqueou. Na segunda chance, ele raspou de cabeça um cruzamento, e a bola passou muito perto da trave. A Chapecoense que jogava recuada, pouco chegou e só assustou de verdade aos 32, quando Yann Rolim pegou rebote e arriscou de longe mas mandou por cima do gol.

GOLS MOVIMENTAM A ETAPA FINAL DA PARTIDA

O Vasco abriu o placar logo aos oito minutos do segundo tempo. Destaque do time, Máxi Lopez achou Wagner dentro da área. O meia dominou e finalizou com precisão: 1 a 0 para os donos da casa. Mas, a Chapecoense não se intimidou. Aos 33, Canteros cobrou falta na área, Leandro Pereira antecipou a marcação e guardou, deixando o placar empate na Colina Histórica.

Após o gol da igualdade, o clima ficou tenso, principalmente para o time da casa. Foi ai que o argentino apareceu mais duas vezes. Na primeira, recebeu na entrada da área, cortou e bateu no canto, desempatando o confronto: Vasco 2 a 1. Já nos acréscimos, aos 46, ele achou Galhardo na frente. O meia avançou e tocou na saída de Jandrei para dar números finais ao duelo.

Agora, na próxima quarta-feira (29) o Vasco fará um dos seus dois jogos atrasados no Campeonato Brasileiro. Em duelo válido ainda pela 15ª rodada da competição o Gigante da Colina viajará até Curitiba para enfrentar o Atlético-PR, às 19h30.

Vasco 3×1 Chapecoense

São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

Vasco: Martin Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato (Vinícius Araújo), Raul e Andrey; Wagner (Bruno Cosendey) e Yago Pikachu (Thiago Galhardo); Maxi López. Técnico: Valdir Bigode.

Chapecoense: Jandrei, Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Canteros, Amaral (Diego Torres), Márcio Araújo e Yann (Vinícius); Leandro Pereira e Bruno Silva (Osman). Técnico: Guto Ferreira.

Cartões amarelos: Raul, Maxi López, Vinícius Araújo (Vasco) e Thyere, Bruno Silva (Chapecoense)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Wagner 9’/2ºT (1-0), Leandro Pereira 33’/2ºT (1-1), Maxi López 39’/2ºT (2-1) e Thiago Galhardo 47’/2ºT (3-1)

Público: 8.375 pagantes

Renda:R$ 178.970,00