Vasco vence o Paraná em São Januário e respira no Brasileiro

Sobrou correria dos dois lados, houve chances desperdiçadas dos dois lados e faltou técnica dos dois lados. Mas só um lado tinha Yago Pikachu. E foi por isso que o Vasco espantou a má fase e venceu o Paraná, na noite desta quarta-feira (30), em São Januário, pela oitava rodada do Brasileirão. O lateral dublê de meia fez o gol da vitória por 1 a 0 de um Cruzmaltino que jogou com 12 desfalques.

Com a vitória, o Vasco chegou aos 11 pontos, e está na décima colocação da tabela de classificação, mas com um jogo a menos. No próximo sábado (02), tem clássico, novamente em São Januário, diante do Botafogo, às 19h.

Desfalcado e pressionado após a derrota para o Bahia, o Vasco até tentou se impor diante do torcedor, mas tropeçava nas próprias pernas. Por mais que tivesse a posse de bola no campo ofensivo, praticamente não levava perigo ao gol de Thiago Rodrigues. E a dependência de Pikachu ficou evidente a cada lance. Toda bola procurava o lateral improvisado no meio. Até que Andrey o encontrou.

O jovem volante deu lindo lançamento aos 43 para Pikachu tirar o goleiro da jogada com um toquinho e finalizar para o gol vazio: Vasco 1 a 0. Vantagem justa para quem tentou mais o ataque contra um Paraná que praticamente só se defendeu.

Com Carlos Eduardo e, depois, Guilherme Biteco, o Paraná melhorou na segunda etapa da partida. Diante de um Vasco que parecia apostar nos contra-ataques puxados por Riascos, os visitantes colocaram Fernando Miguel para trabalhar. Foram duas grandes oportunidades: Léo Itaperuna parou no goleiro livre na área e Carlos Eduardo pediu pênalti em seguida, desperdiçando erro na saída de bola vascaína.

No momento em que mais esteve acuado, o Vasco conseguiu penalidade máxima em escapada de Andrés Rios. Giovanni Augusto, que tinha acabado de entrar, assumiu a cobrança no lugar de Pikachu e perdeu. Não fez falta. Até fim, um expulso para cada lado: Neris e Moresche. E vitória vascaína.

 

Vasco 1×0 Paraná

Estádio de São Januário (Rio de Janeiro)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

Vasco: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Werley, Ricardo Graça e Henrique; Andrey, Bruno Cosendey (Giovanni Augusto) e Yago Pikachu; Riascos (Ramon), Andrés Ríos e Caio Monteiro (Moresche). Técnico: Zé Ricardo.

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Cléber Ries e Mansur. Torito González (Carlos Eduardo), Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Caio Henrique (Guilherme Biteco); Silvinho (Léo Itaperuna) e Carlos. Técnico: Rogério Micale.

Cartões amarelo: Henrique,  Andrey e Ricardo Graça (Vasco); Torito González e Jhonny Lucas (Paraná)

Cartões vermelho: Neres (Paraná) e Moresche (Vasco)

Gol: Yago Pikachu – Vasco (43’/ 1º tempo)

Público: 4.221 pagantes e 4.584 presentes

Renda: R$101.875,00