WGP 52 aconterá em Joinville e contará com Vitor Miranda no Main Event

 Como já virou tradição, a edição derradeira no ano do WGP Kickboxing sempre reserva um card especial. Dessa vez, 2018 se encerra com uma presença para lá de marcante encabeçando o evento de estreia em Joinville, Santa Catarina, no próximo dia 16 de dezembro. O ex-UFC e K-1 Vitor Miranda, nascido e criado na cidade catarinense, lidera o card diante do paraguaio Elias Rodriguez, pela divisão dos pesados (até 94,1kg). Ele substitui o compatriota Marcelo Nuñez, que saiu do duelo após uma lesão no pé. A luta marca o retorno de Vitor às origens após um tempo se dedicando ao MMA.  Além do main event, o WGP #52 Final Tour conta com outras lutas que prometem. A também catarinense Julie Werner volta ao WGP para encarar a argentina Andrea Salazar no co-main event da noite, que marca a disputa de cinturão interino dos leves feminino (até 60kg). A noite terá ainda a disputa do título brasileiro de kickboxing entre Bruno Cerutti e Leandro Silva, também pelos leves. A transmissão fica por conta da Bandsports, Fox Sports e Canal Combate.

A luta em pé faz parte da carreira de Vitor Miranda há muitos e muitos anos. E essa luta de estreia no WGP pode ser encarada como um recomeço ou uma volta às origens. Aos 39 anos, o catarinense fez sua carreira toda no muay thai e no kickboxing até 2008, quando desiludido com o fim do tradicional K-1 decidiu migrar para o MMA. De lá para cá se passaram 10 anos e Vitor conseguiu números importantes como o segundo lugar no TUF Brasil 3, o que lhe rendeu um contrato com o UFC, onde passou quatro anos e somou três vitórias e quatro reveses. No kickboxing ele soma números expressivos. São 23 vitórias, sendo 18 por nocaute e apenas oito reveses.

Do outro lado, Vitor encontrará uma jovem promessa em ascensão. O paraguaio Elias Rodriguez aceitou o desafio de substituir o compatriota Marcelo Nunez. Aos 21 anos, o lutador de Assunção no Paraguai vai fazer sua estreia no WGP, mas soma números importantes. São 11 vitórias e apenas duas derrotas na carreira e a bagagem de títulos como o campeonato paraguaio de K-1. Com a trocação e low kicks como pontos fortes, Elias terá o maior desafio da carreira pela frente.

No co-main event da noite mais um duelo internacional, pela divisão dos leves feminino (até 60kg). E valendo cinturão. A renomada lutadora catarinense Julie Werner retorna ao WGP para encarar a argentina Andrea Salazar, algoz da campeã Nina Loch em uma superluta sem valer o cinturão na estreia do WGP em Buenos Aires, em 2017. Com uma lesão na mão e impossibilitada de fazer a revanche diante de Andrea, dessa vez pelo título, Nina abriu espaço para Julie e a organização tratou de colocar o cinturão interino em jogo. Com extensa carreira na luta em pé, assim como Vitor, Werner migrou para o MMA e chegou a participar de eventos internacionais antes de voltar a atuar no kickboxing. No WGP ela já venceu Cristmi Páfaro na edição 31, em julho de 2016. Experiência não faltará nesse embate, já que Julie soma 37 anos e Andrea 39.

O card principal do WGP #52 conta ainda com três lutas de tirar o folêgo. Com o título brasileiro de kickboxing em jogo, Bruno Cerutti e Leandro Silva se encaram na categoria dos leves (até 60kg). Enquanto Cerutti exala experiência no WGP e vem de boa vitória sobre Thibault Marino, na edição 49, Leandro chega com a moral de um cartel de 17 vitórias e apenas duas derrotas. Outro embate que promete é entre a paranaense da CM System, liderada pelo ex-lutador Cristiano Marcello, Kinberly Novaes diante de Amanda Torres, lutadora da Nova União, equipe de José Aldo e comandada por Dedé Pederneiras. Na luta que abre o main card, Thiago Golden Boy, campeão pan-americano WAKO e Rodolfo Cavalo, ex-desafiante ao cinturão da categoria no WGP, fazem um embate de cascas grossas pela divisão dos super-médios (até 78,1kg).

WGP #52 – Final Tour

Data: 16/12 (domingo)

Local: Complexo Centreventos Cau Hansen – Av. José Vieira, 315 – América, Joinville – SC, 89204-110

Hora: 16h50 (Undercard) / 19h30 (Super Fights) / 21h00 (Main Card)

Ingressos: www.minhaentrada.com.br

WGP 52 Main Card

Main Event: Super Fight

Peso Pesado (94,1kg)

Vitor Miranda (Team Nogueira/Vithai Academy – BRA) vs Elias Rodriguez (Team Wolf/Fight Center – PAR)

Co-Main Event: WGP Interim Title Bout

Peso Leve Feminino (60kg)

Julie Werner (Sigma Gym – BRA) vs Andrea Salazar (Mudo Team/Dojo serpiente – ARG)

Título Brasileiro de Kickboxing (K1 Rules)

Peso Leve (60kg)

Leandro Silva (Chute Boxe Floripa) vs Bruno Cerutti (Nak)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Fabricio Zacarias (Immortal – BRA) vs Renzo Martinez (Team Marcelo Salas – BOL)

Super Fight

Peso Pena Feminino (56kg)

Kinberly Novaes (CM System) vs Amanda Torres (Nova União)

Super Fight

Peso Pena Feminino (56kg)

Thiago ‘Golden Boy’ Conceição (Thailand Top Team/União ABC) vs Rodolfo Cavalo (Brazilian Alves)

WGP 52 Super Fights

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Rafael Baader (Chute Boxe Floripa) vs Marcos Carvalho (Teixeira Team)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Leandro Jobu (Ponto 1) vs Nichollas Pestilli (Corinthians Kickboxing)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8kg)

Jeferson Silva (World Strong Fight Team) vs Matheus Moreira (Vendrame Team)

Super Fight

Peso Leve (60kg)

Edson Pastor (Teixeira Team Guaratuba) vs Luiz Henrique (Fight Lab)